Bruno Senna está confiante em permanência na Williams em 2013

Sete pontos atrás de Pastor Maldonado, brasileiro acredita que chave para ficar na equipe é terminar o ano à frente do venezuelano

iG São Paulo | - Atualizada às

Bruno Senna está sob forte pressão na Williams. Além de apresentar resultados abaixo do esperado pelo time inglês, há a crescente especulação de que ele será substituído pelo piloto reserva Valtteri Bottas no próximo ano. Mas, para o brasileiro, nem tudo está perdido. Ele ainda vê possibilidades de se manter na equipe de Frank Williams na temporada 2013 da F1 .

Leia também: Schumacher afirma que não correrá em outra categoria após saída da Fórmula 1

Em entrevista ao site Autosport  publicada nesta quinta-feira (18), o piloto da Williams disse que as próximas quatro corridas da temporada 2012 podem lhe garantir uma sobrevida na equipe. “Se eu ficar me preocupando sobre 2013, não conseguirei me focar em 2012 e as coisas não fluirão como devem”, disse. “Meu objetivo é me tornar indispensável para a Williams.”

Senna disse que a chave para sua permanência é terminar o ano à frente do companheiro Pastor Maldonado. "Temos quatro corridas pela frente. Espero poder virar o jogo e ficar à frente dele. Seria fundamental”, disse.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

“Não podemos julgar um piloto apenas por uma atuação. A equipe precisa ver o trabalho como um todo, durante todo o ano”, afirmou Bruno, fazendo referência ao desempenho de Maldonado, que venceu o GP da Espanha, mas que poucas vezes voltou a pontuar no restante da temporada. Mesmo assim, Senna está 7 pontos atrás do venezuelano.

O brasileiro disse que o pouco tempo para testar e melhorar o carro antes do classificatório, uma vez que o reserva Botas guia o carro às sextas-feiras, o atrapalha muito. “É muito difícil ajeitar o carro da forma ideal sem o primeiro teste na sexta. Isso causa muitos problemas para mim ao longo do fim de semana”, disse. Na última quinta-feira, Toto Wolff, diretor da Williams, deu uma entrevista na qual criticou a dupla de pilotos e disse que Senna e Maldonado não tem permanência garantida na equipe.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Bruno SennaWilliamsF1

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG