Se repetir sequência de três vitórias, Vettel será campeão nos EUA

Piloto alemão assumiu a liderança do campeonato na última etapa e pode levar o tricampeonato na penúltima prova se mantiver o ritmo de triunfos

Bruno Gecys - iG São Paulo |

Com as três vitórias consecutivas nas últimas provas da Fórmula 1, Sebastian Vettel tornou-se o novo líder do Mundial de Pilotos e tem chances de conquistar o título com uma etapa de antecedência se mantiver o domínio recente que foi apresentado pela Red Bull.

Leia também: Diretor da Williams mostra decepção com dupla de pilotos

As vitórias em Cingapura, no Japão e na Coreia do Sul deixaram Vettel seis pontos à frente de Fernando Alonso, que caiu para a vice-liderança. Como o carro da Red Bull mostrou que voltou a ser superior aos rivais, é possível que Vettel repita a sequência e vença as próximas provas, que serão realizadas na Índia, em Abu Dhabi e nos Estados Unidos.

Se isso acontecer, o alemão sairá do estreante circuito de Austin no dia 18 de novembro como tricampeão mundial de forma antecipada, sem precisar do resultado da última prova do calendário, que será em Interlagos, na semana seguinte. 

Siga o iG Automobilismo no Twitter 

Como atualmente está com 215 pontos contra 209 de Alonso, mais três vitórias (que valem 25 pontos) deixariam o alemão com 290. Mesmo que o espanhol da Ferrari termine todas essas provas em segundo (ganhando 18 pontos em cada), ficará a 27 de Vettel antes do GP Brasil, vantagem inalcançável em uma prova, independentemente de seu resultado no Brasil.

Mas o atual bicampeão mundial também pode conquistar o título nos Estados Unidos sem precisar vencer as próximas três corridas. Em outro cenário, com Vettel terminando as provas da Índia, de Abu Dhabi e de Austin em segundo, chegará aos 269 pontos. Com isso, seu rival teria de chegar a, no máximo, 243 (26 pontos de desvantagem antes da última prova).

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores 

Alonso teria então de somar 34 pontos nas próximas três provas, algo como chegar duas corridas em quarto (12 pontos) e outra na quinta posição (10 pontos). Pode parecer complicado que o espanhol some tão poucos pontos em três etapas, mas vale lembrar que, com dois terceiros lugares e um abandono, Alonso somou 30 nas últimas três corridas. Neste cenário, nem mesmo três vitórias de Kimi Raikkonen, o terceiro colocado no Mundial, ameaçariam o título de Vettel, já que o finlandês da Lotus chegaria à prova brasileira 27 pontos atrás do alemão.

Getty Images
Sebastian Vettel e Fernando Alonso são os dois grandes favoritos ao título da F1 em 2012

Seis pilotos têm chances matemáticas de título

Apesar de o campeonato estar cada vez mais polarizado entre Vettel e Alonso – com possibilidade até de título antecipado -, mais quatro pilotos ainda têm chances matemáticas de serem campeões. Como ainda há 100 pontos em disputa, todos que estão nessa distância de Vettel ainda podem sonhar .

Alonso teria de tirar apenas seis pontos daqui até o fim do ano. Daí em diante, todos outros precisariam de mais de uma corrida para tirar a diferença. Raikkonen está 48 atrás de Vettel e pode chegar até 269 no fim do ano, torcendo para Vettel e Alonso não baterem essa marca.

Pouco abaixo, Lewis Hamilton, Mark Webber e Jenson Button ainda têm chances, mas muito remotas. Se vencer as quatro, Hamilton chega a 253, enquanto Webber pode somar, no máximo, 252, e Button atingiria 231, lembrando que todos esses dependeriam da torcida contra todos os outros cinco concorrentes, algo praticamente impossível de acontecer.

Prova que pode definir o título não será exibida ao vivo no Brasil

Como informou o iG na semana passada, a prova de Austin não será transmitida na televisão brasileira . Por causa da rodada do Brasileirão, que acontecerá no mesmo dia e horário, os torcedores ficarão sem a transmissão ao vivo da TV aberta da prova que pode ser a decisiva do campeonato.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Sebastian VettelFernando Alonso

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG