Massa teve início promissor na Ferrari e queda depois do acidente. Relembre

Piloto venceu duas provas em seu ano de estreia, disputou o título em 2008 até a última volta, mas caiu de rendimento após grave acidente em 2009

iG São Paulo | - Atualizada às

A Ferrari anunciou nesta terça-feira (16) a renovação de contrato de Felipe Massa por mais um ano. Com isso, o brasileiro vai completar sua oitava temporada consecutiva como piloto da escuderia italiana, onde passou por momentos distintos em sua carreira, como a disputa pelo título de 2008, o grave acidente na Hungria em 2009, e a queda de desempenho nos últimos anos.

Leia também: Mais confiante, Massa comemora nova fase na Ferrari

Todos os números significativos da carreira de Massa foram construídos na escuderia italiana. Foi pela Ferrari que o brasileiro conquistou suas 11 vitórias, além dos 34 pódios e das 15 pole positions na Fórmula 1.

A história entre o brasileiro e a escuderia começou em 2003, mas ainda como piloto de testes, depois de um ano na Sauber. A experiência em Maranello rendeu seu retorno à Sauber pelos dois próximos anos, até ser chamado de volta à Ferrari em 2006, dessa vez como piloto titular, na vaga de Rubens Barrichello, ao lado de Michael Schumacher.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Naquele ano, último do heptacampeão na escuderia italiana, Massa suportou bem a pressão da temporada de estreia na Ferrari e foi o terceiro colocado no Mundial de Pilotos, atrás apenas do alemão e de Fernando Alonso, que foi o campeão daquela temporada. O ano de 2006 marcou também sua primeira vitória na F1, na Turquia. Massa ainda fecharia o ano com um triunfo no Brasil, o primeiro de um piloto do país em Interlagos após Ayrton Senna.

Em 2007, o brasileiro conquistou mais três vitórias (Bahrein, Espanha e Turquia) e foi o quarto colocado de um campeonato muito equilibrado, que foi vencido por Kimi Raikkonen, seu companheiro naquele ano.

Briga pelo título de 2008 até a última volta

O grande campeonato de Massa na Ferrari veio em 2008. Depois de passar as duas primeiras provas sem pontuar, mostrou reação durante a temporada e brigou pelo título até a última volta do campeonato. Foram seis vitórias no ano e um embate emocionante com Lewis Hamilton, da McLaren, pelo Mundial.

A última vitória daquele ano – e de sua carreira até aqui – foi em Interlagos, no dia dois de novembro, na definição do título. Quando cruzou a linha de chegada em primeiro, o brasileiro era, no momento, campeão mundial de 2008. Mas a ultrapassagem de Hamilton em Timo Glock na última curva deixou o britânico em quinto, posição que lhe deu o título com um ponto de vantagem para o brasileiro. Aquela foi a única temporada na Ferrari em que Massa terminou à frente de seu companheiro, que ainda era Raikkonen.

Acidente em 2009 e queda de rendimento

Dali em diante, Massa passou por situações complicadas na Ferrari. Em 2009, o piloto viveu o episódio mais dramático de sua carreira. Durante o classificatório para o GP da Hungria, décima etapa do campeonato, o piloto sofreu um grave acidente que o tirou de todo o resto daquela temporada.

O susto foi causado por uma mola que se soltou do carro de Rubens Barrichello e atingiu em alta velocidade o capacete de Massa. O piloto da Ferrari ficou desacordado e ainda bateu com o carro na barreira de pneus. Massa foi imediatamente socorrido e levado até o Hospital Militar de Budapeste, onde ficou por nove dias até voltar ao Brasil. Apesar de não ter nenhum dano grave, Massa voltou às pistas apenas em 2010.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Parceria com Alonso

A nova fase da carreira de Massa na Ferrari aconteceu a partir de 2010, o primeiro ano ao lado de Alonso. Com cinco pódios, Massa terminou aquela temporada na sexta posição, enquanto o espanhol brigou pelo título com Sebastian Vettel. No ano seguinte, o resultado no campeonato foi o mesmo, mas sem nenhum pódio conquistado.

A volta de Massa ao pódio aconteceu apenas em outubro de 2012, no Japão. Depois de um início de temporada abaixo do esperado, o piloto mostrou reação na segunda metade do campeonato, o que garantiu sua permanência na equipe até o fim de 2013.

A próxima temporada, porém, tem grandes chances de ser a última do piloto na Ferrari. A equipe não confirma, mas, de acordo com a imprensa europeia, a escuderia italiana já teria  iniciado contato com Sebastian Vettel para sua vaga.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Felipe MassaFerrari

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG