Espanhol afirma que está trabalhando “no limite”, mas que ainda acredita na equipe para chegar ao título

A vitória de Sebastian Vettel no GP da Coreia deste domingo (14) foi a terceira consecutiva do alemão da Red Bull na temporada e tirou Fernando Alonso da liderança do Mundial. O espanhol, que chegou em terceiro, agora está seis pontos atrás de seu principal rival no campeonato.

Leia também: Quarto no GP da Coreia, Massa afirma que poderia chegar em Webber

Depois da prova, Alonso reconheceu que está sob pressão, mas afirmou que confia na Ferrari. "Não é nada novo, os últimos cinco anos da minha carreira foram assim, estou acostumado com a situação. Estamos sempre no limite, mas nos sentimos confortáveis assim e tiramos o máximo do carro quando estamos sob pressão. Precisamos marcar sete pontos a mais do que Sebastian. Será duro, mas acreditamos que podemos fazer", afirmou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Apesar de ter perdido a liderança, o espanhol afirmou que ficou satisfeito com o rendimento da Ferrari na Coreia. "Ficamos em terceiro e quarto atrás da Red Bull, que no momento é difícil de superar. E ultrapassamos a McLaren no Mundial de Construtores, que é algo que não imaginávamos há dois ou três dias”, explicou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Agora, o espanhol terá quatro provas para tentar voltar à liderança do campeonato. “Precisamos apenas de um pequeno passo para ficarmos tão competitivos como a Red Bull e aí serão quatro belas corridas até o fim", concluiu. A próxima etapa será disputada na Índia, em 28 de outubro.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.