Brasileiro da Williams larga da 18ª colocação, mas acredita em recuperação durante corrida em Yeongam

Bruno Senna, da Williams, não conseguiu passar da primeira parte do classificatório deste sábado (13), que decidiu o grid de largada do Grande Prêmio da Coreia. Fora do Q2, o brasileiro vai largar na 18ª colocação na corrida deste domingo- o brasileiro pode ganhar uma posição caso seja confirmada punição a Daniel Ricciardo por troca de câmbio. Pastor Maldonado, companheiro do piloto, larga da 15ª colocação.

Leia também: Webber bate Vettel no fim e crava a pole position para o GP da Coreia

"Entrei meio às cegas e as experiências que fizemos não funcionaram. Não há muito mais o que falar", comentou, desapontado com o resultado abaixo das expectativas. Bruno disse que a deficiência aerodinâmica na parte dianteira comprometeu a estabilidade do bólido no Q1. "Foi um problema específico do meu carro, mas parece que não é tão grave para a corrida. De qualquer forma, não estamos bem aqui, como se pode ver pela posição do Pastor Maldonado no grid", lembrou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Mesmo desapontado com o resultado final do classificatório, o brasileiro espera por uma recuperação durante o GP, tendo em vista o bom desempenho que teve durante a etapa no Japão, no último fim de semana.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em Suzuka, depois de terminar o classificatório na mesma classificação, Bruno avançou dois lugares no grid por causa de punições e completou a prova em 14º, elogiando a performance do carro na corrida. "Já sabíamos que nossa vida não seria fácil porque nosso DRS não é tão eficiente quanto o dos nossos adversários. A falta de tempo para trabalhar no acerto complicou ainda mais. Agora, tenho de torcer para que o ritmo do carro seja parecido com o da corrida em Suzuka. Será uma corrida dura, com toda certeza", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.