GP da Coreia pode confirmar ascensão e favoritismo de Vettel na reta final

Depois das férias de agosto, alemão marcou 38 pontos a mais que Alonso e colou no espanhol

Guilherme Abati - iG São Paulo |

O Grande Prêmio do Japão , disputado no último domingo (7), foi um divisor de águas na temporada 2012. Até chegar em Suzuka , tudo caminhava e conspirava a favor do tricampeonato de Fernando Alonso. O espanhol via abandonos e problemas nos carros de seus principais rivais, enquanto ampliava sua liderança.

Leia também: Kaltenborn assume Sauber e se torna a primeira mulher a chefiar equipe na F1

Com 29 pontos de vantagem para Sebastian Vettel após a prova noturna de Marina Bay , parecia que a maré de sorte de Alonso não teria fim nesta temporada. Hamilton era tido por Alonso como seu principal rival, mas problemas no carro da McLaren e atritos internos com a equipe, que culminaram com a saída de Hamilton do time inglês, deixaram o campeão de 2008 fora da briga. No Japão, porém, a sorte abandonou o espanhol. Logo na primeira curva da prova, um toque com Kimi Raikkonen fez Alonso abandonar e, com a vitória de Vettel, a diferença entre eles foi pulverizada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Agora, com cinco provas para o fim do Mundial, apenas quatro pontos separam os pilotos. Além disso, o GP do Japão deu um prognóstico pessimista às pretensões de título da Ferrari: a Red Bull sobrou no circuito e deu a Vettel sua segunda vitória consecutiva. A equipe, atual bicampeã do mundo, parece ter reencontrado o caminho e desponta nesta fase final da temporada como franca favorita.

AP
Vettel em 1º e Alonso em 3º: a cara da Fórmula 1 depois de agosto

Mas a Red Bull ainda precisa reafirmar a força mostrada em Marina Bay e em Suzuka e não repetir a McLaren. Antes da ascensão de Vettel, parecia que era a McLaren que estaria na briga com Alonso pelo caneco. Mas o time de Martin Whitmarsh, que venceu três corridas seguidas, Hungria, Bélgica e Itália, deixou a vitória em Cingapura escapar com o problema mecânico de Hamilton, fez um fim de semana medíocre no Japão e se distanciou da briga. Dessa forma, o GP da Coreia do Sul, que acontece no próximo fim de semana, é decisivo para mostrar se Vettel e Red Bull serão de fato os favoritos do ano.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Fato é que a briga, que antes parecia estar aberta para vários pilotos, agora está polarizada entre o alemão e o espanhol. Raikkonen, o terceiro colocado, 31 pontos atrás de Vettel, é bastante regular, mas não consegue vencer e dificilmente brigará pelo que seria seu bicampeonato na F1. A McLaren, depois do desempenho de Suzuka, parece ter jogado a toalha.

Cabe agora a Ferrari reagir no Mundial. O desempenho do time de Maranello despencou após a vitória de Alonso na Alemanha. De lá para cá, Alonso só conseguiu dois terceiros lugares e somou 30 pontos, enquanto Vettel venceu duas corridas e fez 68. Se essa média for mantida, o alemão chegaria ao Brasil já como tricampeão mundial.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Fernando AlonsoSebastian VettelF1Automobilismo

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG