Brasileiro afirma que não teve o que fazer em incidente com Nico Rosberg, da Mercedes, que prejudicou sua corrida em Suzuka

Após se envolver em um acidente logo na largada do GP do Japão deste domingo (7) , Bruno Senna, da Williams, caiu para o fim do grid e não conseguiu pontuar em Suzuka. Senna, que tocou na Mercedes de Nico Rosberg e foi punido com um drive-through, terminou apenas na 14º colocação. 

Leia também:  Vettel vence GP do Japão e Massa volta ao pódio após dois anos

O brasileiro mostrou irritação ao comentar sobre a punição sofrida no incidente e se eximiu de qualquer culpa. “Não tenho a menor ideia do que aconteceu ali. Eu estava por dentro, e, com toda a confusão, o Rosberg veio para cima de mim e eu não tinha para onde ir. A gente encostou, mas eu não tinha o que fazer. Não sei por que levei um drive-through”, afirmou Senna.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Após o toque, o brasileiro foi para os boxes trocar a asa dianteira e teve a corrida prejudicada. “Para nós, ao menos há o consolo que o carro estava rápido e dava para ter feito uma boa corrida hoje se não fosse o monte de confusão”, completou o piloto brasileiro.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Sem pontuar no Japão, Bruno Senna manteve os 25 pontos e a décima sexta colocação no Mundial. Seu companheiro de equipe, Pastor Maldonado, oitavo em Suzuka, está uma posição à frente, com oito pontos a mais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.