"Uma piada", diz Bruno Senna sobre fechada de Vergne em classificatório

Brasileiro foi atrapalhado pelo francês ainda na primeira parte do treino no circuito de Suzuka. Piloto da Toro Rosso se defende

iG São Paulo | - Atualizada às

Depois de ficar de fora do Q2 em Suzuka, Japão, neste sábado (06), Bruno Senna não escondeu a irritação e reclamou da atitude de Jean-Éric Vergne, piloto francês da Toro Rosso, que o atrapalhou durante sua volta rápida no Q1. O francês acabou sendo punido e perde três posições para a corrida deste domingo.

Leia também: Vettel lidera dobradinha da Red Bull e crava a pole position para o GP do Japão

Próximo do fim da primeira parte do classificatório , o brasileiro da Williams buscava se garantir na próxima fase da sessão, quando teve que frear bruscamente, porque Vergne estava lento na pista. Após ultrapassá-lo, o brasileiro gesticulou, irritado, reclamando do francês.

Senna, com o 18º tempo, terminou eliminado já no Q1, mas com a punição de Vergne e de Michael Schumacher, larga em 16º. “É uma piada. Um cara totalmente sem consideração e que acabou com minha chance de avançar. Eu estava tranquilo dentro do Q2”, reclamou o brasileiro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Por sua vez, Vergne tentou se explicar. “Eu estava fazendo minha volta, mas diminuí porque Timo Glock estava na minha frente. Então eu vi Bruno chegando muito rapidamente e, infelizmente, ele me pegou na chicane, onde não há muito espaço. Eu sabia que tinha que deixá-lo passar e abri tanto quanto pude”, disse o piloto, que, punido, larga em 19º.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Bruno SennaWilliamsJean-Éric VergneFórmula 1

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG