Maior palco de títulos, Suzuka decidiu campeonato de 2011 a favor de Vettel

Alemão foi campeão com quatro etapas de antecedência no ano passado. Nesta temporada, porém, não será possível que o líder Fernando Alonso saia do Japão com o título

iG São Paulo |

O Grande Prêmio do Japão do próximo domingo (7) será muito importante para definir os rumos do campeonato da Fórmula 1 em 2012, mas não manterá sua tradição de definir o título após a bandeira quadriculada. Com mais cinco etapas a serem disputadas depois de Suzuka, a categoria ainda não terá seu campeão, diferentemente do ano passado.

Leia também: Mark Webber lidera sexta-feira de treinos em Suzuka

Em 2011, a situação do campeonato estava quase definida neste momento do calendário. Até a 15ª etapa, Sebastian Vettel já havia vencido nove provas e precisava de apenas um ponto em Suzuka para chegar ao bicampeonato mundial com quatro provas de antecedência.

Depois de conseguir mais uma pole position, o alemão da Red Bull não arriscou durante a prova e cruzou a linha de chegada em terceiro e saiu do circuito como campeão , mesmo com a vitória de Jenson Button, que estava na vice-liderança do Mundial.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Neste ano, o campeonato apresenta um cenário completamente diferente. O início da temporada foi o mais emocionante de todos os tempos da F1, com sete vencedores diferentes nas sete primeiras etapas. Com o decorrer do campeonato, Fernando Alonso passou a tomar conta da liderança, mas sempre com uma “sombra” para ameaçá-lo.

Mark Webber foi o primeiro a disputar com Alonso no topo, mas perdeu muito em desempenho após a pausa de agosto e se distanciou. Depois, Lewis Hamilton começou a ameaçar o espanhol e poderia colar no líder no último GP de Cingapura , mas um abandono inesperado deixou suas chances de título mais complicadas.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Com isso, a vitória ficou com Vettel, que é o principal rival de Alonso neste momento da temporada. O alemão da Red Bull está 29 pontos atrás do ferrarista na tabela de classificação e ainda tem plenas condições de conquistar o tricampeonato seguido da Fórmula 1.

Com a pontuação de 25 pontos para o vencedor, Vettel pode equilibrar ainda mais a disputa no Japão e abrir mais uma arrancada para o título, como fez em 2010. Apesar disso, terá de torcer contra a regularidade do espanhol, que deixou de pontuar em apenas uma prova do campeonato e tem aproveitado bem as chances de se manter na liderança.

GP do Japão já decidiu 12 títulos

A prova japonesa é a que mais decidiu títulos na história da Fórmula 1. Tradicionalmente no fim do calendário, a corrida já viu grandes disputas pelo campeonato, como as batalhas entre Ayrton Senna e Alain Prost em 1989 e 1990. Ao todo, foram 12 títulos decididos no Japão, sendo onze deles em Suzuka e um em Fuji.

Senna é o maior vencedor, com seus três títulos conquistados por lá. Michael Schumacher e Mika Hakkinen saíram campeões duas vezes do circuito de Suzuka. Além de Vettel em 2011, os outros campeões foram Nelson Piquet, Alain Prost, Damon Hill e James Hunt, que conquistou o título em Fuji.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Fórmula 1F1SuzukaSebastian Vettel

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG