Heptacampeão vai terminar carreira com 308 corridas, contra 326 do piloto brasileiro

Michael Schumacher é o piloto com os recordes mais significativos da história da Fórmula 1 , mas não vai conseguir bater uma importante marca de Rubens Barrichello. O piloto brasileiro é quem mais participou de provas da categoria, com 326 GPs em seus 19 anos de F1 e não será alcançado por Schumacher.

Leia também: Maior vencedor de todos os tempos, Schumacher sai da F1 em baixa

Como o alemão anunciou que vai se aposentar no fim desta temporada , vai fechar seu ciclo na Fórmula 1 com 308 corridas, 18 a menos do que Rubinho. Se ficasse por mais uma temporada inteira, o heptacampeão chegaria a 328 e bateria o antigo companheiro de Ferrari também neste quesito. Se forem contadas apenas as provas em que ambos largaram, Rubinho vencerá por 322 a 307.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Os dois foram os únicos que conseguiram alcançar a marca de 300 GPs. O terceiro colocado no quesito é o italiano Riccardo Patrese, que tem 257 presenças em corridas, uma a mais do que seu compatriota Jarno Trulli.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Dos pilotos que ainda seguirão na categoria, Jenson Button é o que tem mais presenças em corridas. O britânico da McLaren já participou de 224 provas e pode ficar atrás apenas de Rubinho e de Schumacher se completar mais duas temporadas.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.