McLaren afirma que não pode mais permitir abandonos de Hamilton

Falha na caixa de câmbio deixou inglês distante da briga pelo título, 52 pontos atrás do líder Fernando Alonso

iG São Paulo | - Atualizada às

Lewis Hamilton liderava com certa tranquilidade a corrida em Marina Bay , disputada no domingo (23), quando um problema técnico lhe tirou uma vitória que parecia certa. Com o abandono, Hamilton não apenas deixou de vencer o que seria a quarta corrida seguida da equipe inglesa, mas também viu Fernando Alonso, líder do campeonato, abrir ainda mais vantagem. Alonso tem agora 52 pontos de diferença para Hamilton.

Leia também:  Chefe da Ferrari pede evolução no carro de Alonso para espanhol voltar a vencer

Após o GP de Cingapura, a McLaren se pronunciou a respeito do abandono inesperado e disse que não pode permitir que tais falhas se repitam. Apesar de ser a melhor equipe da segunda parte da temporada, o time inglês está longe do título de pilotos e em segundo nos Construtores. Antes do abandono de Hamilton, Jenson Button teve de abandonar a corrida em Monza, Itália.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Faltando seis corridas para o fim do campeonato, Martin Whitmarsh, chefe da equipe, deixou as falhas de lado e afirmou que Hamilton ainda está na briga, mas que não pode mais contar com abandonos como o de Marina Bay.

"Nós temos um dos carros mais rápidos do grid. Mas não podemos ver outros abandonos. Temos chances de ser campeões, mas Marina Bay não pode se repetir durante o restante do campeonato”, disse o dirigente inglês. “Precisamos assegurar que Hamilton termine todas as corridas. Caso isso aconteça, e precisa acontecer, a chance de título está mais próxima”, concluiu.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar do duro golpe, Whitmarsh acredita que Hamilton persistirá focado no título. "Lewis tem sido muito forte. Estamos obviamente desapontados, mas ele é muito forte. Faltam seis corridas e temos 150 pontos em jogo. Nada está perdido. Vamos continuar a lutar," finalizou.

Leia tudo sobre: Lewis HamiltonMartin WhitmarschMcLarenFerrari

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG