Bruno Senna me empurrou no muro, afirma Felipe Massa após incidente

Piloto da Ferrari tentava ultrapassagem no compatriota e teve de segurar o carro para evitar sair da pista durante GP de Cingapura

iG São Paulo |

O Grande Prêmio de Cingapura deste domingo (23) teve uma disputa acirrada por posição entre os pilotos brasileiros. Felipe Massa estava na décima posição, atrás de Bruno Senna, e partiu para cima do piloto da Williams após a saída do Safety Car da pista.

Leia também: Alonso supera número de pódios de Ayrton Senna

Quando Massa alinhou ao lado de Senna, o piloto da Williams fechou o espaço e tocou no compatriota, que quase perdeu o controle de seu carro, mas conseguiu segurar o volante e realizar a ultrapassagem. Apesar da bela manobra que teve de fazer, Massa criticou a atitude de Senna.

“Acho que não foi legal porque eu já estava do lado dele, e ele veio na direção do meu carro e me empurrou no muro”, comentou o ferrarista. “Ainda bem que nada aconteceu com meu carro. Estou mais calmo agora”, afirmou.

Depois do toque, Massa também ultrapassou Daniel Ricciardo e chegou à oitava posição da prova, após ter ido para a última colocação na primeira volta, por conta de um pneu furado no início.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

“Foi falta de sorte, porque o carro hoje estava fantástico. Mesmo começando em 13º, foi uma corrida que eu poderia ter terminado entre os cinco primeiros. Estou feliz com minha corrida, mas não com o que aconteceu no início, mas se eu começar as corridas lá atrás isso pode voltar a acontecer”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Com o resultado, Massa segue na 10ª posição do campeonato , com 51 pontos conquistados. O líder é Fernando Alonso, seu companheiro, que chegou a 194.


Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Felipe MassaFerrariBruno SennaWilliams

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG