Piloto britânico da GP2, categoria de acesso à Fórmula 1, diz estar agradecido pela oportunidade

O corredor da GP2 Max Chilton foi anunciado nesta quinta-feira (20) pela Marussia como o piloto reserva da equipe. Ele permanecerá no cargo até o fim da temporada. Aos 21 anos, o britânico afirmou que está agradecido pela chance na Fórmula 1 e disse que acredita ser um grande passo para sua carreira.

Leia também:  Maldonado x 'Maldanado': as duas faces do piloto mais polêmico do ano

"Eu me sinto muito mais maduro neste ano e acho que serei capaz de acompanhar as reuniões com os engenheiros, de entender o nível de preparação que precisa ter um piloto de Fórmula 1. Realmente, acredito que estou dando um passo à frente na minha carreira e só posso agradecer à Marussia por isso", declarou o novato.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Na disputa da GP2, categoria de acesso a F1, Chilton é o quinto colocado na classificação geral, pela escuderia Carli. Ele subiu ao lugar mais alto do pódio no Grande Prêmio da Hungria e soma 144 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.