Tamanho do texto

Espanhol afirma que o piloto da Lotus se explicou após causar os choques que o fizeram abandonar o GP da Bélgica logo na primeira curva

EFE

O espanhol Fernando Alonso, que no último domingo (2) deixou o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 logo na primeira curva após se envolver em um acidente provocado pelo francês Romain Grosjean , revelou na última terça-feira (4) que o piloto da Lotus se desculpou através de uma mensagem enviada pelo celular.

Leia também: Em Monza, Piloto da HRT será primeiro chinês em um treino da F1

"Grosjean me mandou uma mensagem SMS na qual me explicava que não calculou a distância, e me pediu desculpas pelo acidente. Temos uma boa relação, fomos companheiros em 2009 (na Renault). Eu disse que não havia problemas, que houve muitos fatores na largada e que já passou. Falei para ele que nos vemos em Cingapura e que está tudo bem", relatou o espanhol, que não verá o francês em Monza, neste fim de semana, porque o piloto da Lotus foi suspenso por uma corrida e será substituído pelo reserva da Lotus, Jérôme D’Ambrosio.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Alonso, que viu sua liderança no Mundial cair de 40 para 24 pontos depois de abandonar na Bélgica, afirmou que a evolução do carro da Ferrari o anima para voltar a pontuar e buscar o tricampeonato. "Podemos lutar pelo Mundial com este carro, apesar de termos começado mal a temporada, com muitos problemas, mas agora temos vantagem, e não vamos pensar diferente disso nas últimas corridas do ano", afirmou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A próxima corrida é na pista italiana de Monza, e Alonso se mostrou animado para voltar a correr "em casa" com a Ferrari. "Monza é um circuito especial para nós, e as expectativas devem ser sempre altas", encerrou.