Com segunda posição em Spa, alemão da Red Bull assume a vice-liderança do Mundial, 24 pontos atrás do espanhol. Button vence e está em sexto

O Grande Prêmio da Bélgica deste domingo (2) serviu para Sebastian Vettel diminuir a vantagem que Fernando Alonso tinha no Mundial de Fórmula 1. Depois de largar em décimo, o alemão da Red Bull terminou a prova de Spa-Francorchamps na segunda posição, atrás de Jenson Button, e chegou aos 140 pontos.

Leia também: Button vence na Bélgica em prova marcada por acidente na largada

Alonso chegou à Bélgica com uma vantagem de 40 pontos para Mark Webber, que era o vice-líder, mas abandonou a prova após o acidente incrível da largada e ficou sem pontuar pela primeira vez no ano. Com isso, o espanhol se manteve com 164 pontos, 24 à frente do atual bicampeão.

Webber terminou a prova belga na sexta posição e alcançou os 132 pontos, 8 atrás de seu companheiro de Red Bull. Com o terceiro lugar na corrida, Kimi Raikkonen chegou aos 131 pontos, 33 a menos que Alonso. Agora, a diferença do líder para o quarto colocado é menor da que o espanhol tinha para o vice-líder antes do GP deste domingo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Lewis Hamilton também abandonou a prova após o acidente e se mantém com 117 pontos. O britânico agora vê a aproximação de seu companheiro Button, que tem 101 após a vitória.

Felipe Massa, que largou em 14º, se recuperou durante a corrida e terminou na quinta posição, chegando aos 35 pontos no campeonato. O piloto brasileiro está em 11º no Mundial com o mesmo número de pontos de Michael Schumacher.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

No Mundial de Construtores, as posições das quatro primeiras equipes não mudaram. A Red Bull segue na frente, com 272 pontos. A McLaren aparece logo atrás, com 218. A Lotus, que tinha apenas 3 pontos de vantagem para a Ferrari, agora tem 207 contra 199.

Confira como ficou a classificação do Mundial de Pilotos e de Construtores .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.