Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google

Button domina classificatório e crava a pole do GP da Bélgica

Britânico faz melhor tempo do fim de semana e larga na frente em Spa. Kobayashi é segundo, com Raikkonen em terceiro. Massa é 14º, e Bruno Senna, 17º

iG São Paulo | - Atualizada às

Com as duas voltas mais rápidas do classificatório, Jenson Button conquistou a pole position para o GP da Bélgica neste sábado (1). O piloto britânico dominou quase todo o treino, deixou seus rivais para trás com folga e cravou sua primeira pole pela McLaren . A surpresa foi a Sauber, com Kamui Kobayashi na segunda posição.

Leia também:  Dê uma volta virtual no circuito de Spa-Francorchamps

Pastor Maldonado mais uma vez foi bem na definição do grid de largada, marcou o terceiro tempo, mas vai largar em sexto após ser punido por bloquear Nico Hulkenberg durante o treino. Em terceiro larga Kimi Raikkonen. O finlandês da Lotus é o primeiro do grid que está entre os cinco primeiros do Mundial. Fernando Alonso, líder do campeonato, vai largar na quinta posição, atrás de Sergio Pérez.

Mark Webber fez o sétimo tempo do treino, mas como foi punido , largará da 12ª colocação. Lewis Hamilton se aproveitou da punição do australiano e ficou com a sétima posição do grid, à frente de Romain Grosjean e Paul di Resta. Sebastian Vettel completa a lista dos dez primeiros em Spa-Francorchamps .

Felipe Massa vai largar apenas da 14ª posição, após não ter conseguido se classificar para o Q3. Bruno Senna também não foi bem na segunda parte do treino e vai começar a prova belga em 17º.

Q1: Rosberg é eliminado e vai largar em 23º

Em um fim de semana complicado com a Mercedes, Nico Rosberg não conseguiu se classificar para a segunda parte do treino. Depois de ter problemas no carro no último treino livre, o piloto alemão terminou o Q1 em 18º. Além disso, com a punição que recebeu por ter trocado o câmbio de sua Mercedes, vai largar da 23ª posição.

Schumacher até correu certo risco de ficar fora do Q2, mas saiu da zona de eliminação nos minutos finais. Os brasileiros também conseguiram se classificar para a segunda parte do treino. Além de Rosberg, os eliminados foram os carros de Caterham, Marussia e HRT.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Q2: Vettel, Schumacher e brasileiros ficam fora da última parte do treino

A segunda parte do treino mostrou uma briga intensa até depois de o cronômetro zerar pelas dez primeiras posições, que classificavam ao Q3. A grande surpresa desta parte foi a ausência de Vettel. O alemão da Red Bull, recordista de pole positions no ano passado, tentou uma volta rápida no fim, mas não conseguiu se classificar. Completando 300 GPs nessa semana, Schumacher também não fez tempo suficiente para entrar no Q3.

Massa também foi à pista no fim com a responsabilidade de fazer uma boa volta para entrar no grupo dos classificados, mas não conseguiu. O brasileiro da Ferrari ficou apenas com o 14º tempo e vai largar mais uma vez longe do topo.

Além de Massa, Senna também ficou de fora. O Q2 do brasileiro da Williams foi complicado. Depois de quase sair da pista, o piloto segurou seu carro, mas teve de voltar aos boxes antes de fechar sua volta. No fim, teve a chance de realizar apenas um giro rápido e não passou de um 17º lugar. Também foram eliminados Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, e Nico Hulkenberg, da Force India.

Q3: Button voa e conquista a pole

A última parte do treino começou com briga forte pela pole. Os dez classificados foram Button, Hamilton, Raikkonen, Grosjean, Di Resta, Maldonado, Webber, Alonso, Kobayashi e Pérez.

Logo no início da última fase, Button já marcou um tempo que seria difícil de ser batido. Seus rivais saíram dos boxes para tentar uma volta voadora, mas não conseguiram chegar perto de sua marca. O único piloto que conseguiu bater essa marca foi o próprio Button, reafirmando o domínio no treino.

Quem chegou mais perto de seu tempo foi Kobayashi. Depois de ser o mais rápido dos treinos da sexta-feira, o japonês da Sauber teve mais um bom dia em Spa e vai largar da segunda posição. Raikkonen e Pérez fazem a segunda fila do grid, à frente de Alonso e Maldonado. Webber fez o sétimo tempo, mas como perdeu cinco posições vai largar em 12º. Quem sai na quarta fila é Hamilton, com Grosjean ao lado. Di Resta e Vettel completam os dez primeiros.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O Grande Prêmio da Bélgica, 12ª etapa do campeonato mundial de Fórmula 1, vai acontecer no domingo (2), às 9 horas (de Brasília).

Veja como ficou o grid de largada para o GP da Bélgica:

1 – Jenson Button (GBR) - McLaren – 1min47s573
2 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – 1min47s871
3 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – 1min48s205
4 – Sergio Pérez (MEX) - Sauber – 1min48s219
5 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – 1min48s313
6 – Pastor Maldonado (VEN) - Williams – 1min47s893*
7 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren – 1min48s394
8 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – 1min48s538
9 – Paul di Resta (GBR) - Force India – 1min48s890
10 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – 1min48s792
11 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – 1min48s855
12 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – 1min48s392**
13 – Michael Schumacher (ALE) - Mercedes – 1min49s081
14 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – 1min49s147
15 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – 1min49s354
16 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – 1min49s543
17 – Bruno Senna (BRA) - Williams – 1min50s088
18 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – 1min51s739
19 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – 1min51s967
20 – Timo Glock (ALE) - Marussia – 1min52s336
21 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – 1min53s030
22 – Charles Pic (FRA) - Marussia – 1min53s493
23 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – 1min50s181**
24 - Narain Karthikeyan (IND) – HRT – 1min54s989

* Punido com a perda de três posições por bloquear Nico Hulkenberg durante o treino
** Foram punidos com a perda de cinco posições por troca da caixa de câmbio

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG