Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google

Schumacher completa 300 GPs na F1 no circuito de Spa, sua “sala de estar”

Heptacampeão estreou, ganhou sua primeira corrida e seu último título na pista belga. Em homenagem a seus triunfos, piloto recebeu o título de cidadão honorário do município

Bruno Gecys - iG São Paulo | - Atualizada às

A próxima prova da Fórmula 1 será histórica para Michael Schumacher. Quando a luz verde acender para a largada do Grande Prêmio da Bélgica neste domingo (2), o maior vencedor de todos os tempos da categoria chegará a sua 300ª corrida .

Leia também: Alonso diz que chuva pode ajudar a Ferrari no GP da Bélgica

Apesar da importância deste número, o que chama ainda mais atenção é uma coincidência que persegue Schumacher. A marca será atingida no circuito de Spa-Francorchamps , onde o heptacampeão mundial passou grande parte dos momentos mais importantes de toda sua carreira.

“Spa é como minha sala de estar. Para mim, é a pista número um do mundo. É incrível como eu sempre tenho momentos especiais lá. Minha estreia, minha primeira vitória, um campeonato mundial e muitas ótimas corridas”, comentou o piloto, que recebeu o título de cidadão honorário de Spa nesta quinta-feira (30), por seu desempenho no local.

Foi lá no tradicional circuito que, em 25 de agosto de 1991, o então jovem de 22 anos começou sua história na Fórmula 1 . O início foi inesperado: por causa da prisão do piloto Bertand Gachot, acusado de disparar spray de pimenta em um taxista na Inglaterra, Schumacher assumiu o cockpit da Jordan no fim de semana da prova belga.

Apesar da inexperiência, Schumacher conseguiu um sétimo lugar no classificatório e já começava a mostrar parte de seu talento. Na corrida, porém, um problema mecânico logo na primeira volta tirou o piloto de sua única corrida disputada pela Jordan.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Como tinha mostrado velocidade no classificatório, o jovem piloto foi chamado para a Benetton já na corrida seguinte, em Monza. Após um quinto lugar como melhor resultado no fim do ano, Schumacher seguiu na equipe em 1992 e conseguiu chegar à primeira vitória de sua carreira.

O palco do primeiro triunfo não poderia ser outro. Depois de largar em terceiro em Spa-Francorchamps, atrás de Nigel Mansell e Ayrton Senna, Schumacher conseguiu a primeira das 91 vitórias na F1.

Em 1994, Schumacher alcançou sua segunda vitória no local, mas foi desclassificado por irregularidades no carro após terminar a prova na liderança. No ano seguinte, porém, o triunfo não escapou e veio de forma espetacular: após largar do 16º lugar.

Depois dos dois títulos com a Benetton, Schumacher se transferiu para a Ferrari em 1996. Apesar de não ter vencido o campeonato daquele ano, o piloto garantiu mais uma vitória na Bélgica e repetiu o resultado no ano seguinte.

Depois de quatro temporadas sem título na Ferrari, o alemão foi campeão em 2000 e voltou a vencer em Spa-Francorchamps em 2001 e 2002, fechando suas seis conquistas na pista belga, que o deixam como piloto mais vencedor do local, à frente de Senna, que tem cinco vitórias.

Porém, a história de Schumacher em Spa não termina aí. Além de todas essas vitórias, o alemão também tem motivos de sobra para comemorar seu segundo lugar conquistado em 2004. Com o resultado, o piloto conquistou seu sétimo e último título mundial de Fórmula 1 a quatro etapas do fim daquela temporada.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em 2010, Schumacher voltou à categoria depois de passar três temporadas aposentado. Correndo pela Mercedes, terminou a prova belga em sétimo no seu primeiro ano e em quinto na temporada passada. Agora, volta a Spa-Francorchamps para se tornar o segundo piloto na história da F1 a completar 300 GPs. O primeiro foi Rubens Barrichello, seu ex-companheiro e rival, que chegou a 326 participações na F1, com 322 largadas. Caso permaneça em toda a temporada do ano que vem, esta será mais um recorde na carreira de Schumacher.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Bélgica*:

Sexta-feira, 31 de agosto
1º treino livre: 5h
2º treino livre: 9h

Sábado, 1 de setembro
3º treino livre: 6h
Classificatório: 9h

Domingo, 2 de setembro
Grande Prêmio da Bélgica: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília

Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Michael SchumacherSpa-Francorchamps

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG