Piloto volta a dizer que está decepcionado com seus resultados na Indy, mas que está focado em melhorar seus resultados

Rubens Barrichello mostrou novamente que está aberto a um possível retorno à Fórmula 1 . O piloto com mais provas na maior categoria do automobilismo afirmou que, especialmente neste ano em que a F1 está equilibrada, ele gostaria de ter continuado competindo.

Leia também: Renovação com Hamilton não será um problema, diz McLaren

“A Fórmula 1 está muito competitiva e gostosa de assistir. Adoraria estar lá disputando neste mundo competitivo. No ano passado, a Williams tomava três segundos do líder e agora está perto. Os torcedores queriam uma F1 competitiva e estão tendo agora”, comentou Barrichello em palestra realizada por seus patrocinadores na cidade de Taubaté, no interior de São Paulo.

Perguntado se aceitaria um convite para voltar no ano que vem, o piloto, atualmente na Indy, não descartou a possibilidade. “Minha vida tem de ser um livro aberto. Por mais que esteja focado na Indy, tentando ser campeão lá, se houver um convite da Fórmula 1, não deve ser descartado. Devo pegar as ofertas, selecionar as três melhores e partir para uma decisão”, comentou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

De acordo com Rubinho, a paixão por velocidade o fez continuar correndo, mesmo fora da F1. “Quando estou no carro, aquilo é minha expressão de liberdade. Eu gosto do trabalho em grupo, da motivação que acontece na equipe. A Fórmula 1 acabou cedo para mim. Apesar de eu ter sido o piloto com mais provas, achei que correria por mais tempo. O pessoal tentou me enterrar, mas ainda não era a hora”, explicou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Para concluir, Rubinho voltou a dizer que esperava mais de seus resultados na Indy. “Esperava mais, com certeza. É um carro muito diferente da Fórmula 1. Eu tenho que me dar o direito de melhorar cada vez mais. Estamos tendo dificuldades com o acerto do carro”, afirmou Barrichello.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.