Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google

Presidente do GP da América de F1 pede demissão

Organização da prova que acontece em 2013 recebeu críticas de Bernie Ecclestone por estar com cronograma atrasado

iG São Paulo | - Atualizada às

A organização do GP da América de Fórmula 1, que acontece no próximo ano, sofreu uma forte perda. O presidente da organização, Tom Cotter, pediu demissão nesta terça-feira (21). Cotter estava no posto desde janeiro deste ano. Em seu lugar entrará Dennis Robinson, engenheiro-chefe do GP, que acontece nas ruas de Nova Jersey.

Leia também: Briga entre pilotos da Moto3 imita confusões clássicas da F1. Relembre

Em entrevista concedida ao New York Times , Cotter disse que tem certeza do sucesso do evento, mesmo após as críticas feitas por Bernie Ecclestone, que afirmou que as obras no circuito de rua não ficariam prontas no prazo.

"Eu tenho plena confiança na equipe que trabalha e estarei nas arquibancadas em 2013 para ver um GP incrível em Nova Jersey", disse Cotter, que planeja voltar à sua antiga empresa de marketing esportivo.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

"Somos todos gratos pela liderança do Tom em trazer a Fórmula 1 para Nova Jersey. Durante sua administração, fizemos um grande progresso e em menos de um ano teremos os melhores pilotos do esporte acelerando em torno de um circuito de rua com a cidade de Nova York aos fundos. É incrível", disse Robinson, novo presidente da prova.

Leia tudo sobre: GP das AméricasF1Automobilismo

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG