Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Irregular, Mercedes projeta crescimento na segunda metade da temporada

Ciente da irregularidade da equipe em 2012, Ross Brawn quer ver o time evoluir e ser mais constante

iG São Paulo | - Atualizada às

Ross Brawn, chefe da Mercedes, afirmou nesta quinta-feira (2) que seu principal objetivo é tornar o carro da equipe mais competitivo na segunda parte da temporada 2012. O dirigente reconheceu que a Mercedes fez uma campanha irregular no campeonato até agora. Em 11 etapas disputadas, a escuderia alemã venceu uma, na China, com Nico Rosberg, e não conseguiu mais repetir o bom desempenho.

Leia também: Os adversários têm inveja da Red Bull, diz consultor da equipe

Ciente da irregularidade da Mercedes em 2012, o dirigente quer ver o time evoluir e ser mais constante. “Nosso carro vai bem em algumas pistas. Mas isso é pouco, precisamos ser competitivos em todos os circuitos. Esta é a nossa prioridade. É o que iremos fazer. Ocasionalmente uma equipe vai dominar e ser competitiva em todas as pistas. Quem oscilar menos, ganhará", disse Brawn.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Na Hungria, último GP antes das férias de meio de temporada, a Mercedes teve um péssimo desempenho. Schumacher não completou a prova e Rosberg foi apenas o décimo colocado. “Na Hungria, alguém me perguntou por que não fomos competitivos, mas fomos bem em Mônaco e na China. São circuitos diferentes. Se você olhar para as curvas longas que existem em Hungaroring, elas não são as mesmas de Mônaco e da China. Enfim, precisamos crescer”, afirmou Brawn.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A equipe, que teve um início difícil em 2012, somou um ponto nas duas primeiras corridas, na Austrália e na Malásia. Após a vitória em Xangai,a equipe teve poucos bons desempenhos. Em Mônaco, Michael Schumacher foi o pole (o heptacampeão, entretanto, largou da sexta posição por conta de uma punição) e Rosberg foi o segundo na corrida. Em Valência, Schumacher subiu ao pódio com a terceira colocação.

Leia tudo sobre: Ross BrawnMercedesF1Automobilismo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG