Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Em ótima fase, Alonso se aproxima dos maiores vencedores da história da F1

Espanhol, que faz 31 anos no próximo domingo, está a uma vitória de igualar Mansell e ficar atrás apenas de grandes lendas da categoria

Guilherme Abati - iG São Paulo | - Atualizada às

Com 30 anos de idade, Fernando Alonso vive o ápice de sua vencedora carreira na Fórmula 1. Lidera com folga o Mundial 2012, 34 pontos à frente de Mark Webber, da Red Bull, e está próximo de marcar ainda mais seu nome entre os grandes pilotos da história da categoria.

Leia também:  Igualaria meu ídolo Ayrton Senna, diz Alonso sobre possível tricampeonato

O espanhol vem de dois triunfos nos três últimos GPs e já pode igualar o número de vitórias de uma das grandes lendas do automobilismo, o inglês Nigel Mansell. O piloto da Ferrari já soma 30 vitórias na carreira e, caso vença o GP da Hungria, disputado no domingo em que completa 31 anos, iguala os 31 triunfos do "Leão". Com a vitória, Alonso se tornará o quarto maior vencedor da Fórmula 1, ficando atrás apenas de grandes campeões como Michael Schumacher (91 vitórias), Alain Prost (51) e Ayrton Senna (41).

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Vale ressaltar que apenas Schumacher tinha números superiores aos do espanhol nessa idade. Além disso, o que pesa a favor de Alonso, além da incrível habilidade, é a precocidade. O espanhol estreou na F1 com 19 anos. Venceu sua primeira corrida aos 22. Com apenas 25, já era bicampeão do mundo.

Neste ano, ele pode se tornar o mais jovem tricampeão da categoria, superando o recorde que pertence a Senna, que tinha 31 anos e 227 dias quando conquistou seu terceiro título mundial, no Japão, em 1991. Depois do bicampeonato com a Renault, em 2006, Alonso transferiu-se para a McLaren, equipe na qual foi vice-campeão em 2007.

Após problemas com Lewis Hamilton e Ron Dennis, Alonso retornou à Renault. Ficou por duas temporadas na equipe francesa e, devido à má fase do time de Flávio Briatore, colecionou resultados medianos. Em 2010, mudou para a Ferrari e, naquele ano, voltou a disputar o título. Acabou sendo vice-campeão, sendo superado por Sebastian Vettel por apenas quatro pontos. 2011 não foi bom para o espanhol. Foi o quarto colocado, conquistando apenas uma vitória na temporada.

Reuters
No GP da Hungria, Alonso busca segunda vitória consecutiva na temporada


Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em 2012, após um começo de temporada complicado, a Ferrari e Alonso conseguiram se recuperar e mostrar evolução. O espanhol começou a se sobressair no GP da Europa, quando venceu pela segunda vez no ano, e mantém a boa fase desde então. A escuderia italiana e o piloto chegam à Hungria como os grandes favoritos, com a Red Bull e a McLaren também no páreo. No próximo domingo, ao completar 31 anos, Alonso pode igualar Mansell e se aproximar ainda mais de seu sonhado tricampeonato mundial.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Hungria*:

Sábado, 28 de julho

3º treino livre: 6h

Classificatório: 9h

Domingo, 29 de julho

Grande Prêmio da Hungria: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG