Piloto afirma que espera ajudar Alonso no resto da temporada e diz que só fica na Fórmula 1 em 2013 se tiver condições de correr em equipes competitivas

O brasileiro Felipe Massa reconheceu nesta quinta-feira (26), que não tem mais chances de brigar pelo título da temporada 2012 da Fórmula 1 . Depois da primeira metade do campeonato, o piloto da Ferrari alcançou apenas 23 pontos, contra 154 de Fernando Alonso, seu companheiro, que lidera o Mundial .

Leia também: F1 chega à Hungria em momento crucial da temporada

“Não tenho chance no campeonato. Estou completamente fora da disputa pelo título e o Fernando está na frente com uma boa margem”, explicou o brasileiro.

De acordo com Massa, o importante a partir de agora será ajudar Alonso na briga pelo tricampeonato mundial . “Há muitas corridas pela frente, mas a margem é boa e eu vou fazer o melhor que puder para ficar na frente o tempo todo, para vencer, mas também para ajudar o Fernando da melhor maneira que eu puder para que ele vença o campeonato”.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Para Massa, a única forma de ajudar Alonso na briga pelo campeonato é não se envolver em acidentes como o da última prova, na Alemanha . “Tenho que ter uma corrida limpa. Tenho certeza que se tiver uma corrida limpa poderei ajudar bastante. Não só o Alonso, mas a mim mesmo e à equipe. É a única coisa. Na última corrida eu tinha bom ritmo”, destacou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em fim de contrato com a Ferrari, o brasileiro afirmou que espera ficar na F1 em uma equipe grande. “O que eu quero é ficar na F1, mas quero ficar com a possibilidade de disputar, não apenas participar”, explicou. “Sou interessado em competir. Se, por qualquer razão, eu não puder ficar na Ferrari, vou achar uma direção para competir. Se não achar, porque há somente equipes pequenas disponíveis, então não estou interessado”, concluiu o brasileiro, que se prepara para o GP da Hungria do próximo domingo (29).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.