Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Na pole, Alonso vira o grande rival dos alemães na corrida de Hockenheim

Espanhol vai sair na frente, mas terá a ameaça de Vettel, Schumacher e Hulkenberg, que largam logo atrás e tentarão quebrar tabu de seis anos sem vitórias em casa

iG São Paulo |

A torcida alemã tem um ótimo motivo para lotar os 120 mil lugares do circuito de Hockenheim neste domingo (22): três pilotos da casa vão largar entre os quatro primeiros no GP da Alemanha, décima etapa da temporada 2012 da Fórmula 1. Apesar disso, nenhum deles fez a pole position, que ficou com Fernando Alonso, o intruso espanhol.

Leia também: Debaixo de chuva, Alonso crava a pole na Alemanha

Debaixo de muita chuva na parte final do classificatório deste sábado (21), o piloto da Ferrari voou e marcou um ótimo tempo no fim. Sebastian Vettel até tentou melhorar a marca em sua última volta, como se acostumou a fazer durante sua carreira, mas não conseguiu. Principal esperança dos alemães neste ano, o atual bicampeão mundial vai largar em segundo na tentativa de sua primeira vitória em casa.

O terceiro tempo foi feito pelo australiano Mark Webber, mas como o piloto da Red Bull perdeu cinco posições por trocar sua caixa de câmbio, Michael Schumacher herdou a terceira posição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Se Vettel é a esperança dos germânicos por ter um dos melhores carros do grid, Schumacher conta com o apoio dos fãs de seu país pela história. O heptacampeão mundial já venceu quatro corridas em sua terra natal e também vai fazer de tudo para tirar Alonso do topo.

O último alemão presente no Top-4 do grid é um nome inesperado, apesar de ser um piloto constante. Com seu melhor grid no ano, Nico Hulkenberg vem cheio de confiança nesta “caça a Alonso” no GP da Alemanha e pode surpreender. Além deles, o país ainda conta com Nico Rosberg, em 21º, e Timo Glock, em 22º.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Se Alonso teria de se preocupar com a largada em condições normais, o GP da Alemanha exigirá ainda mais do espanhol. Os dois campeões mundiais e o jovem Hulkenberg tentarão representar a torcida alemã e acabar com o jejum de seis anos sem vitórias dos pilotos da casa. A corrida acontece neste domingo (22), às 9 horas, com acompanhamento em Tempo Real do iG.


Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG