Tamanho do texto

Martin Whitmarsh diz que renovação do britânico não o preocupa e evita estabelecer prazos para as negociações

Com seu contrato terminando no fim da temporada, Lewis Hamilton afirmou recentemente que decidirá seu futuro na McLaren durante as férias de agosto . No entanto, o chefe da equipe, Martin Whitimarsh, está tranquilo e confiante em um novo acordo de longa duração.

Leia também:  Despreocupado com o futuro, Massa quer terminar o campeonato no Top-5

"Espero que sim”, disse o dirigente quando perguntado se acreditava na extensão do contrato de Hamilton. “Lewis é membro da equipe há um longo tempo. Acho que tem havido mais especulações, mais preocupação e mais interesse da mídia nessa situação do que dentro do próprio time ou da mente de Lewis”, acrescentou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Depois de Hamilton ter afirmado que seu objetivo principal é continuar vencendo, Whitmarsh insistiu que o desempenho abaixo do esperado da McLaren nas últimas provas não deve influenciar na decisão do campeão de 2008.

“Não, não acho [que dois resultados ruins possam diminuir as chances da McLaren de continuar com Hamilton], porque vamos para as duas próximas corridas tentando vencer, como fazemos em todas as provas, e acho que Lewis é mais inteligente que isso e espero que a mídia também seja”, defendeu o chefe da McLaren.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Ao contrário do piloto britânico, Whitmarsh preferiu não estabelecer um prazo para o término das negociações: “Não acho que deva colocar um prazo para isso. Para ambas as partes é melhor que seja determinado preferencialmente antes do fim da temporada. Não acredito que haja necessidade alguma de colocar um prazo apertado para uma resolução”.