Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Horner diz que ter dois pilotos disputando título é privilégio

Chefe da Red Bull não acredita que problemas de 2010 entre Vettel e Webber possam se repetir

iG São Paulo | - Atualizada às

O chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou nesta quinta-feira (12) que não se preocupa com a possibilidade de conflitos entre os pilotos da escuderia mais para o fim do campeonato, caso os dois continuem na briga pelo título.

Leia também: Mercedes aguarda decisão de Schumacher para definir futuro

Depois de uma má experiência em 2010, quando Sebastian Vettel e Mark Webber bateram na Turquia e houve um desentendimento por conta de um privilégio ao alemão em Silverstone, o dirigente disse estar atento aos problemas que podem vir a acontecer neste ano. No entanto, ele acredita que a relação entre os dois pilotos é muito melhor agora e que a equipe também saberia lidar melhor com qualquer dificuldade que aparecesse na disputa pelo Mundial.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"É uma boa dor de cabeça para se ter”, disse Horner, referindo-se à possibilidade dos dois pilotos da Red Bull brigarem pela liderança. “Mas como sempre, faremos nosso melhor para apoiá-los e então ficará a cargo do que eles apresentarem na pista. Mark ganhou o GP da Grã-Bretanha porque ele mereceu”, explicou.

Para o dirigente, a experiência e o respeito acumulados por Vettel e Webber desde 2010 deve ajudar a evitar qualquer desentendimento: “Eles passaram mais tempo correndo um contra o outro. Sentam centenas de horas juntos em reuniões, trabalhando no desenvolvimento do carro e trabalham como membros do time. Há um respeito genuíno entre ambos”.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

“Sebastian conquistou tanto em tão pouco tempo, mas ele sabe que tem em Mark um competidor genuíno. E Mark sabe que Sebastian é a referência, ou pelo menos tem sido a referência nos últimos anos. É uma situação saudável para eles e para a equipe”, opinou Horner.

Ele ainda elogiou a maneira com que Webber conseguiu se recuperar de uma campanha decepcionante no ano passado. “Penso que 2011 foi um ano muito difícil para Mark, mas, com todos créditos para ele, ele conseguiu ir embora, refletir sobre a temporada e voltar em grande forma. Acho que ele está muito confortável com sua abordagem e com sua mente”, destacou o chefe da Red Bull. “Estamos em uma posição privilegiada na qual temos nossos dois pilotos como candidatos reais ao título”, concluiu.

Leia tudo sobre: F1Red BullChristian HornerSebastian VettelMark Webber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG