Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Em temporada imprevisível, Massa aguarda boa surpresa para Silverstone

Confiante em sua recuperação, brasileiro diz que resultado na Grã-Bretanha pode ser melhor que o esperado

iG São Paulo | - Atualizada às

A poucos dias da nona etapa da temporada da Fórmula 1, na Grã-Bretanha, Felipe Massa reconheceu que é muito difícil prever quão competitiva a Ferrari será em Silverstone. No entanto, o brasileiro tem esperanças de que a natureza do circuito, que é de alta velocidade, beneficie o F2012.

Leia também: Maria de Villota passa por cirurgia no crânio após acidente, diz jornal espanhol

“É difícil termos uma ideia clara de quão competitivo seremos. Especialmente neste ano, em que temos visto resultados nas corridas que nunca poderíamos ter imaginado”, disse Massa, nesta quarta-feira (4), ao site oficial da Ferrari. “Silverstone é uma pista diferente das últimas, então precisamos estar prontos para tudo e chegar mais preparados possível”, acrescentou.

"Talvez Silverstone possa ser até melhor do que estamos esperando, quem sabe? Mas se você olhar para Valência, onde 13 carros tinham apenas três décimos de diferença no classificatório, isso mostra que você realmente não tem como fazer previsões nesta temporada”, avaliou o brasileiro.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar de estar na 16ª colocação do Mundial de Pilotos, ele se mostrou otimista para o fim de semana do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, principalmente em relação ao potencial do carro: “Acreditamos que nosso carro não seja tão ruim em curvas de alta velocidade, então sinto que vamos descobrir um bom F2012 quando começarmos os testes na sexta-feira”.

Massa , que teve um início de temporada difícil e só foi começar a pontuar na quarta prova, reafirmou que agora se sente muito mais forte graças às mudanças que ele e seu engenheiro, Rob Smedley, implementaram no carro.

"Trabalho com Rob desde 2006. Depois de todo esse tempo, ele sabe exatamente o que eu quero e preciso de um carro e entende tudo sobre meu estilo de pilotagem”, explicou o piloto da Ferrari. "Mas claro que todo ano o carro muda, os pneus são diferentes e vários outros elementos mudam, então sempre temos que aprender juntos” , destacou.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

"Esse ano, por exemplo, as primeiras corridas foram difíceis, mas desde então nós mudamos de direção em algumas áreas e agora o trabalho de encontrar o ajuste certo para cada pista parece muito mais automático. Por conta disso, me sinto muito mais forte neste ponto da temporada”, completou o brasileiro.

Por fim, o ferrarista comentou sobre a influência das condições climáticas no rumo da prova: “O clima é sempre um fator importante e vi a previsão, que é de muita chuva. Para ser honesto, um dia molhado em Silverstone é ruim para os espectadores que vão ao circuito, mas não me importo de guiar na chuva e acho que a maioria dos outros pilotos também não, porque todos nós temos experiências de pilotar nessas condições desde que começamos a correr em karts”.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Grã-Bretanha*:

Sexta-feira, 6 de julho
1º treino livre: 6h
2º treino livre: 10h

Sábado, 7 de julho
3º treino livre: 6h
Classificatório: 9h

Domingo, 8 de julho
Grande Prêmio da Grã-Bretanha: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília

Leia tudo sobre: F1Felipe MassaRob SmedleyFerrariF2012Silverstone

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG