Rob Smedley vê brasileiro mais estável e acredita em evolução durante a temporada

Rob Smedley, engenheiro de Felipe Massa na Ferrari, ainda acredita em um grande resultado do brasileiro na temporada. Na 16ª colocação do Mundial de Pilotos , com apenas 11 pontos, Massa esteve na zona de pontuação em apenas três corridas, tendo o sexto lugar em Mônaco como melhor resultado. Smedley, porém, vê o piloto mais estável e motivado a acabar com a má fase que atravessa.

Leia também: Vettel aponta Hamilton e Alonso como os melhores da geração

"Falta pouco, muito pouco. Trabalhamos muito do início do ano para cá, quando não era segredo que as coisas não estavam como queríamos. Fizemos com ele um trabalho passo a passo para chegarmos onde ele está agora, um piloto estável, que confia no carro. Ele é um piloto diferente do que era no começo da temporada", analisou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Segundo o engenheiro, melhorias no carro também foram feitas, o que ajudou na evolução desempenho do brasileiro. "Também mudamos o acerto do carro, suas partes fundamentais. E, assim, funcionou. Nas últimas três, quatro corridas, ele guiou muito bem, tirando só um pequeno erro, no Canadá , que acho que aconteceu porque ele tinha confiança demais no carro. Tirando isso, ele guiou perfeitamente e os erros praticamente desapareceram", explicou.

Smedley também analisou o histórico de Massa no GP da Grã-Bretanha, próxima etapa do calendário da Fórmula 1 e relembrou a prova de 2008, quando o brasileiro terminou em último.

"Como em todos os esportes, é preciso um pouco de sorte. Mas também há o fato de que é preciso construir a sua própria sorte. Também tivemos problemas, como em 2008, na chuva, que foi, absolutamente, a pior corrida que já fiz como engenheiro. Não tomei uma decisão certa. Todos os pneus que colocamos no carro estavam errados", afirmou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Porém, Smedley confia que, apesar de alguns problemas do passado, Massa sempre andou bem em Silverstone. "Teve um ano em que éramos muito rápidos, e ele teve um problema no carro e precisamos largar dos boxes. Mas ele conseguiu se recuperar, escalando o pelotão de maneira espetacular. Então, me conforta o fato de ele sempre ter sido rápido. É uma pista na qual é possível desfrutar todas as curvas rápidas, então, assim, fico otimista para este ano", concluiu.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Grã-Bretanha*:

Sexta-feira, 6 de julho
1º treino livre: 6h
2º treino livre: 10h

Sábado, 7 de julho
3º treino livre: 6h
Classificatório: 9h

Domingo, 8 de julho
Grande Prêmio da Grã-Bretanha: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.