Para o britânico da McLaren, batida em Valência foi um "pontinho" em um grande ano

Reuters

O GP da Europa de Fórmula 1, em Valência, foi o primeiro do ano em que Lewis Hamilton passou sem pontuar. O britânico, que vinha na terceira posição, se chocou com Pastor Maldonado e acabou abandonando a prova.

Leia também: Para ex-pilotos, Massa ainda tem chance de vencer em 2012

Ansioso para o Grande Prêmio de Silverstone da próxima semana, o campeão mundial de Fórmula 1 de 2008 disse em entrevista à Reuters TV que deixou a polêmica para trás. "Eu só sigo em frente. É passado, isso realmente não importa agora", disse Hamilton em um evento em Londres .

"Não é como se eu tivesse batido no muro por conta própria. Eu não cometi o erro sozinho, então eu acho que vou apenas continuar a fazer o que eu estou fazendo e tentar ficar mais longe de problemas”, comentou o piloto.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Hamilton esmurrou o volante com os punhos antes de jogá-lo para fora do carro e sair dele, falando muito pouco para os repórteres depois. "Eu definitivamente não saí do carro sorrindo, mas essas coisas acontecem. Isto que é o automobilismo, isto que é a competição e você passa por esses tipos de experiências", disse Hamilton. "Eu sinto que é apenas um pontinho no que pode ser um grande ano”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O piloto destacou também que ainda briga pelo título. "Eu ainda estou na batalha para o título, ainda há um longo caminho para seguir e eu tenho sido fortemente consistente todo o caminho até aqui, e em termos da minha preparação e minha abordagem, vou continuar a manter o mesmo", concluiu o britânico, terceiro colocado do Mundial de Pilotos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.