Para chefão da F1, decisão de manter a corrida deste ano foi certa e futuro da prova está seguro

O futuro do Grande Prêmio do Bahrein está seguro de acordo com o chefão da Fórmula 1 , Bernie Ecclestone.

Leia também: Schumacher reclama do alto desgaste dos pneus Pirelli

Depois da corrida de 2011 ser cancelada pela instabilidade política no país, a prova desta temporada foi cercada por polêmicas , reclamações e quase teve o mesmo destino do ano anterior, já que os conflitos entre manifestantes e polícia persistiram no Bahrein .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

No entanto, o GP em si praticamente não foi afetado por conta do esquema de segurança montado nas redondezas do circuito de Sakhir. Após a prova de domingo (22), questionado pela agência Reuters se a Fórmula 1 retornaria ao Bahrein, Ecclestone foi enfático ao responder: “Absolutamente. Para sempre. Sem problemas”.

Comentando sobre a repercussão negativa do evento, o dirigente acrescentou: “Acho que é bom, porque as pessoas falam sobre as coisas. Você sabe o que dizem: não há publicidade ruim”.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Em entrevista ao jornal espanhol El País , Ecclestone tentou justificar a decisão de confirmar a realização da corrida deste ano, apesar das ameaças de protestos contra a Fórmula 1 e das acusações de violação de direitos humanos direcionadas ao governo barenita.

“Basicamente, os problemas que eles têm no Bahrein não têm relação alguma com a F1”, afirmou. “As agências relevantes deram o aval quando a segurança era uma preocupação e acho que está claro que eles não estavam errados”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.