Raikkonen volta ao pódio da F1 depois de 2 anos e 7 meses

Em sua volta à categoria, finlandês levou apenas quatro provas para chegar entre os três primeiros

iG São Paulo |

Quem esperava que Kimi Raikkonen tivesse dificuldades para se readaptar à Fórmula 1 depois de dois anos fora da categoria, errou. O finlandês da Lotus conseguiu neste domingo (22) um ótimo resultado e terminou o GP do Bahrein na segunda posição, após ter chegado a ameaçar a liderança de Sebastian Vettel. A última vez que Raikkonen subiu no pódio tinha sido no GP da Itália, em 13 de setembro de 2009, ainda com a Ferrari.

Leia também: F1 não tinha vitória de quatro equipes diferentes nos primeiros GPs desde 1983

Daquela vez, Raikkonen ficou atrás apenas dos carros da Brawn GP. Rubens Barrichello venceu a prova em Monza, com Jenson Button em segundo. Uma etapa antes, na Bélgica, Raikkonen conquistou aquela que, até agora, é sua última vitória na F1.

Neste ano, foram apenas quatro provas para Raikkonen mostrar que nem mesmo todas as mudanças que a categoria passou tiraram sua habilidade dentro do cockpit. O início de ano tem sido muito regular: um sétimo lugar na estreia, na Austrália, seguido por uma quinta posição na Malásia. Na China, vinha em terceiro até o final, mas perdeu rendimento no fim e foi o 14º. Agora, depois deste pódio, está em sétimo na classificação geral de pilotos. Nada mau para um retorno.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O que ressalta ainda mais a importância do resultado de Raikkonen em seu retorno é a comparação com o desempenho de um outro campeão que voltou à categoria. Michael Schumacher, que ficou de fora da F1 de 2007 à 2009, ainda não conseguiu subir no pódio com a Mercedes. Em 2010 e 2011, chegou no máximo à quarta posição.

Porém, Raikkonen não pretende parar por aí. O finlandês disse que espera voltar ao topo com a Lotus durante a temporada. “É claro que eu queria vencer e estaria muito mais feliz comigo mesmo se tivesse vencido, mas mesmo assim a equipe mereceu o que fez e tomara que possamos voltar para estas posições mais frequentemente”, afirmou o piloto após a prova.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Romain Grosjean é o 200º piloto a subir no pódio da F1

O dia também foi especial para Romain Grosjean, companheiro de Raikkonen. O francês chegou em terceiro e subiu no pódio pela primeira vez na categoria. Com isso, a F1 chega à marca de 200 pilotos que já subiram no pódio na história. Grosjean coloca também a França de volta ao pódio. Desde 1998, com Jean Alesi, na Bélgica, um piloto daquele país não chegava entre os três primeiros.

“Temos dois carros no pódio. A sensação do primeiro pódio é muito boa. Vamos nos sentir ainda melhores quando voltarmos para casa e pudermos relaxar e ir para à fábrica trabalhar”, comemorou o piloto.

    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Kimi RaikkonenLotusGP do BahreinRomain GrosjeanSakhir

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG