Em prova dura no Bahrein, Vettel chega à 22ª vitória na carreira

Com primeiro triunfo da temporada, alemão se iguala a Damon Hill e está a uma vitória do top 10 em número de GPs conquistados

iG São Paulo |

Após um ano de 2011 tranquilo na liderança do Mundial de Pilotos, Sebastian Vettel ainda não havia vencido em 2012. A quarta prova do ano chegou e mudou este cenário: o atual bicampeão da Fórmula 1 venceu o GP do Bahrein de ponta a ponta e voltou a ser o primeiro na classificação da temporada , com a 22ª vitória de sua carreira na categoria.

Leia também: Ano começa com quatro equipes diferentes no topo

No ranking de maiores vencedores da história da Fórmula 1, Vettel se iguala a Damon Hill, na 11ª posição. Se vencer mais uma vez, chega ao número de vitórias de Nelson Piquet. Se chegar a 24 triunfos, iguala Juan Manuel Fangio. Aos 24 anos de idade, o piloto da Red Bull ainda tem um longo caminho se quiser bater mais este recorde, que pertence a Michael Schumacher, que tem 91 vitórias na categoria.

Acostumado aos troféus, Vettel vinha encontrando dificuldades com o RB8 nesta temporada. “Tenho que dizer que este fim de semana me senti, pela primeira vez, realmente confortável no carro. Eu realmente tive a impressão que poderia contar com ele, sabia o que esperar. Então devo dizer muito obrigado ao time, esta foi realmente uma vitória nossa”

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Nos dois últimos anos, as vitórias vinham mais naturalmente para o piloto alemão. Principalmente em 2011, quando venceu 11 vezes, a superioridade da Red Bull era muito grande. Agora, o gosto deste triunfo foi diferente. Vettel explica que, mesmo largando da pole e terminando na frente, a prova foi complicada pela perseguição que sofreu de Kimi Raikkonen, da Lotus.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Não foi nada fácil! Foi uma corrida incrível, extremamente dura”, explicou o piloto. “Sabíamos que cada volta que pudessemos manter a distância seria crucial para o resultado. Era óbvio que o Kimi estava mais rápido do que eu no meio da corrida”, concluiu Vettel, que vai tentar voltar ao topo no GP da Espanha, no dia 13 de maio.

    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Sebastian VettelRed BullGP do Bahrein

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG