Vettel dedica sua primeira pole do ano ao time

Alemão reconhece início de temporada aquém das expectativas e ressalta bom trabalho dos mecânicos da Red Bull

iG São Paulo |

Neste sábado (21), Sebastian Vettel voltou a fazer o gesto que virou símbolo da temporada passada. O alemão conquistou sua primeira pole position do ano e, na comemoração, repetiu uma das imagens mais vistas em 2011: o sinal de número um com seu dedo indicador.

Leia também: Sebastian Vettel surpreende e conquista a pole no Bahrein

No entanto, se no ano passado o atual bicampeão mundial foi dominante e quebrou uma série de recordes, em 2012 ele não figura sequer entre os líderes do campeonato . Largando pela primeira vez na frente neste domingo (22), o piloto busca recolocar a Red Bull no topo.

“Devo essa pole totalmente ao time, me sinto muito bem”, declarou Vettel após o treino em Sakhir . “Não foi um começo de temporada fácil para nós. Havia muita expectativa, mas acho que era mais da nossa parte, porque não alcançamos o que esperávamos”, reconheceu o piloto.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em 2011, Vettel foi o mais rápido desde a primeira etapa. Começou a temporada com uma sequência de quatro pole positions e só não largou na primeira fila em uma das 19 provas do campeonato. Ao todo, foram 15 pole positions, que lhe renderam o recorde de mais poles em uma única temporada.

Os bons resultados em classificatórios se repetiram aos domingos. Foram 11 vitórias do alemão no ano passado, nove delas quando saiu da primeira posição do grid. Campeão com quatro provas de antecedência, Vettel não deixou dúvidas de sua superioridade em momento algum e fechou a temporada com 392 pontos, 122 à frente do vice-campeão, Jenson Button.

Neste ano, porém, a realidade do mais jovem bicampeão da história da F1 é outra. Seu carro já não é superior aos adversários e ele vem apresentando dificuldades para acompanhar o ritmo de McLaren e Mercedes.

Até o GP da China , na semana passada, Vettel vivia uma situação totalmente inversa a 2011. Enquanto no ano passado ele largou 16 vezes à frente de seu companheiro de equipe, Mark Webber, ele saiu atrás do australiano nas três primeiras provas deste ano. Além disso, o alemão subiu apenas uma vez ao pódio em 2012 e está na quinta colocação do Mundial, com 28 pontos.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Entretanto, em um campeonato muito mais equilibrado que o do último ano, Vettel ainda tem muitas chances de se recuperar e pode surpreender. Apesar da aparente superioridade da McLaren, líder do Mundial de Construtores , o alemão mostrou neste sábado que tem condições de voltar a figurar entre os líderes e entrar de vez na briga pelo título.

“A equipe tem trabalhado duro no carro, procurando o caminho certo a seguir. Os caras não dormiram muito nas últimas corridas, então é bom colocar o carro na pole para eles”, declarou Vettel, que agora tem 31 pole positions na carreira, uma a menos que Nigel Mansell, quinto colocado no ranking de pilotos com maior número de poles na história da F1.

O Grande Prêmio do Bahrein acontece neste domingo (22), às 9h (de Brasília). Acompanhe todos os detalhes da corrida no Tempo Real do iG .

    Leia tudo sobre: F1GP do BahreinSebastian VettelMark WebberRed BullJenson Button

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG