Alemão vai largar em 17º no GP do Bahrein. Nico Rosberg, seu companheiro de Mercedes, será o quinto

Após ter sido eliminado já no Q1 do treino classificatório para o GP do Bahrein , Michael Schumacher culpou a asa traseira móvel quebrada de sua Mercedes pelo resultado e mostrou desapontamento com a posição alcançada. Schumacher se classificou em 18º, mas vai largar uma posição à frente por causa da punição sofrida por Pastor Maldonado .

Leia também: Início da temporada 2012 mostra briga equilibrada pelas poles

“Estou obviamente muito desapontado em ter me classificado em 18º com um carro que parece muito competitivo para nós. Infelizmente, na minha volta rápida, que estava muito boa, meu DRS quebrou no último setor. Tentamos consertar nos boxes, mas não pude voltar depois”.

Longe de Nico Rosberg, seu companheiro, que vai largar em quinto, Schumacher mostrou que deve pressionar para chegar logo ao topo na corrida. “Agora nós temos que tentar ver o que podemos fazer e pressionar o máximo possível”.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Rosberg comemorou a quinta posição, mesmo sendo favorito para levar a pole. No Q3, o piloto precisou apenas de uma volta para marcar seu tempo e poupou pneus. “Acho que estou em uma boa posição para a corrida de amanhã. Sou o único piloto dos cinco primeiros que tem um novo jogo de pneus para usar, o que pode ser muito útil para a corrida de amanhã”, explicou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O piloto também ressaltou o fato de a Mercedes estar mais preocupada em manter um bom ritmo de corrida. “Em geral, me senti confortável durante o classificatório. Porém, como estamos focando no nosso ritmo de corrida, há sempre um compromisso diferente nas configurações para o classificatório”, concluiu. O GP do Bahrein acontece no domingo (22), às 9 horas (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.