Por segurança, Force India desiste de participar do 2º treino livre

Equipe, que escapou por pouco de um ataque no Bahrein, planeja volta ao hotel à luz do dia

iG São Paulo |

Após ver seus funcionários escaparem de um ataque no Bahrein, a Force India decidiu não participar do segundo treino livre da Fórmula 1 desta sexta-feira (20). A equipe de Paul di Resta e Nico Hulkenberg resolveu não ir à pista para planejar a volta ao hotel em Manama, capital do país, para antes do anoitecer.

Leia também: Funcionários da Force India escapam de ataque no Bahrein

A escuderia, que foi a única a testar com pneus macios na parte da manhã , diz já ter dados suficientes coletados dos treinos. “Trabalhamos muito nesta manhã, como vocês viram. Temos os dados que precisamos agora, então podemos perder o segundo treino livre”, comentou Bob Fernley, um dos dirigentes da equipe, ao site da revista britânica Autosport .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O Bahrein vive um complicado momento político-social e os protestos dos opositores ao governo condenam a realização da corrida no local. Na última quinta-feira (19), funcionários da escuderia quase foram atingidos por bombas de gasolina durante um conflito entre manifestantes e policiais do país. 

“Tivemos os problemas, como todos sabem, e temos que ter certeza que os funcionários estão confortáveis aqui e é nisso que estamos trabalhando”, explicou Fernley.

Em comunicado oficial, a equipe confirmou a desistência, mas não chegou a citar os motivos de segurança. “Por razões logísticas, a equipe vai ter uma mudança no programa para o resto do fim de semana, que resulta em perder o segundo treino livre para garantir a performance mais competitiva no terceiro treino livre, classificatório e corrida”.

Apesar de sair do segundo treino, o próprio Fernley confirmou que a escuderia vai participar do restante das atividades no país. “O que estamos fazendo é uma leve mudança de planejamento para cumprir alguns requisitos que precisamos fazer. Mas nós vamos estar lá para o classificatório e para a corrida”, concluiu.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Vale lembrar que o treino classificatório do próximo sábado (21) será realizado às 8 horas (de Brasília), 14 horas no fuso do Bahrein, mesmo horário deste segundo treino livre. A corrida está marcada para uma hora mais tarde, no domingo (22).

    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1GP do BahreinForce IndiaataquesprotestosManamaBahreinSakhirBob Fernley

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG