Em protesto ao GP do Bahrein, hackers tiram site da F1 do ar

Grupo Anonymous realizou ataque em apoio às manifestações contra o governo barenita

iG São Paulo |

Na manhã desta sexta-feira (20), o site oficial da Fórmula 1 saiu do ar, em uma ação do grupo hacker Anonymous. O grupo havia lançado um comunicado ameaçando o ataque em protesto à realização do Grande Prêmio do Bahrein.

Leia também: Por segurança, Force India desiste de participar do 2º treino livre

Os ataques realizados pelo Anonymous são do tipo DDoS (Distributed Denial-of-Service, em inglês). Eles consistem em direcionar uma quantidade grande de máquinas para acessar o site ao mesmo tempo, sobrecarregando o servidor que, ao não conseguir processar todas as solicitações, fica fora do ar.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O grupo é conhecido por fazer invasões por razões políticas, como nos casos do WikiLeaks e do "Sopa" - projeto de lei americano para barrar a pirataria online . Desta vez, o Anonymous apoia as manifestações contra o governo barenita, acusado de violação de direitos humanos, e contra a presença da Fórmula 1 no país na atual circunstância.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Confira a programação do fim de semana da Fórmula 1 no Bahrein*:

Sábado, 21 de abril
3º treino livre: 5h
Classificatório: 8h

Domingo, 22 de abril
Grande Prêmio do Bahrein: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília

    Leia tudo sobre: F1AnonymousGP do Bahrein

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG