Tamanho do texto

Além do britânico, Gustavo Sondermann e Swian Zanoni também morreram em corridas neste ano

Getty Images
Homenagem a Dan Wheldon, que sofreu acidente fatal na etapa de Las Vegas da Indy
A morte de Dan Wheldon no último domingo (16), durante corrida em Las Vegas da IndyCar , é a terceira do ano com grande repercussão no mundo do automobilismo. A primeira aconteceu em abril, quando Gustavo Sondermann sofreu acidente em prova da Copa Montana. Depois, em setembro, o piloto de Motocross Swian Zanoni sofreu acidente fatal em um evento amador.

Veja também: Relembre a trajetória de Dan Wheldon

O mais impressionante no caso de Wheldon é que o britânico sequer era parte do quadro fixo de pilotos da Indy. O britânico corria em Las Vegas apenas por conta das atrações da prova – a corrida oferecia prêmio de US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 8,7 milhões). Por isso, teve o maior grid da temporada : 34 pilotos alinharam no grid. No Japão, penúltima etapa do ano, apenas 26 competidores participaram do GP.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Porém, foi em circunstâncias semelhantes que Wheldon alcançou sua última glória na carreira. O britânico venceu as 500 milhas de Indianápolis, prova mais tradicional da IndyCar, correndo pela Bryan Hertha Autosport nesta temporada. Foi sua 16ª e última vitória na carreira.

O caso de Sondermann, por sua vez, colocou em luto o automobilismo brasileiro. No dia 4 de abril, o piloto morreu após bater em Interlagos durante uma corrida na Copa Montana, uma espécie de categoria de apoio da Stock Car .

Divulgação
Sondermann morreu em prova da Montana
O acidente fatal aconteceu na Curva do Café, trecho do autódromo paulistano com histórico de fortes acidentes. Em 2007, quando corria pela Stock Light, Rafael Sperafico morreu após acidente no mesmo local. A Fórmula 1 também viu um incidente preocupante na curva em 2003, quando Fernando Alonso chocou-se contra o muro. O espanhol foi levado para o hospital, mas não sofreu ferimentos mais graves.

Por conta do acidente, a organização da Stock Car decidiu fazer alterações na curva para a Corrida do Milhão , primeira prova da categoria realizada em Interlagos desde a morte de Sondermann. Uma chicane foi colocada no local para diminuir a velocidade dos pilotos no trecho.

Morte em prova pirata de Motocross

Swian Zanoni participava de evento pirata quando sofreu acidente fatal
Divulgação
Swian Zanoni participava de evento pirata quando sofreu acidente fatal
Neste ano, o Brasil também perdeu um de seus principais talentos no Motocross. Swian Zanoni morreu em Orizânia, cidade mineira que fica a 300 km de Belo Horizonte, durante a realização de um evento pirata – ou seja, não homologado pela Confederação Brasileira de Motocross (CBM)

O piloto estreou no Mundial da categoria deste ano como o único representante brasileiro na competição. Mesmo com apenas 23 anos de idade, já colecionava títulos: foi campeão de competições nacionais como o Arenacross 2010, na categoria Pró, da Superliga Brasil de Motocross 2010, na categoria MX2, e da Copa Brigadeiro Motocross de 2010,nas categorias MX2 e MX1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.