Carro guiado por Marcel Fässler, Bénoit Treluyer e Andre Lotterer venceu a tradicional prova na França

Depois de 24 horas de disputa e dois pilotos acidentados , a Audi finalmente conseguiu comemorar a vitória na 79ª edição das 24 Horas de Le Mans neste domingo (12). O carro número 2, que passou pelas mãos de Marcel Fässler e Bénoit Treluyer, cruzou a linha de chegada guiado por Andre Lotterer, logo à frente do Peugeot de Simon Pagenaud.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A montadora alemã impôs um bom ritmo na prova, hesitou em trocar os pneus ao máximo, mas, a 34 minutos do fim da prova, Lotterer foi para os boxes e, com a troca de pneus, acabou perdendo parte da vantagem que tinha para o piloto da fabricante francesa.

Ainda assim, o alemão conseguiu manter a ponta e cruzou a linha de chegada 13s854 a frente dos tradicionais rivais. Nicolas Minassian, também de Peugeot, completou o top 3, duas voltas atrás dos líderes.

A Audi fez uma corrida memorável, perdendo dois de seus carros em graves acidentes ainda no sábado. Allan McNish, no carro número 3, se chocou contra a Ferrari de Anthony Beltoise, perdeu o controle do carro e bateu de frente na barreira de pneus, capotando na sequência, ainda no início da competição. Já à noite, Mike Rockenfeller, com o número 1, foi tocado em situação semelhante, perdeu o controle do carro e bateu em cheio no guard-rail. Apesar da violência de ambos os acidentes, os dois pilotos passam bem.

Fecharam o top 10 da prova Marc Gené, Nicolas Lapierre, Neel Jani, Bas Leinders, Oliver Lombard, Soheil Ayari e Christophe Bouchut. Na LMP2, o vencedor foi Olivier Lombard, seguido por Soheil Ayari e Christophe Bouchut.

A vitória na GTEPro ficou com o Corvette de Antonio Garcia. Giancarlo Fisichella e Joey Han completaram as três primeiras colocações. Gabriele Gardel foi o vencedor pela GTEAm, tendo Pascal Gibon e Andrea Robertson ao seu lado no pódio.

Entre os brasileiros, Thomas Erdos, na LMP2, foi o quarto, enquanto o time da BMW de Augusto Farfus, com Jörg Müller e Dirk Werner, ficou com a décima posição na GTEPro, tendo abandonado a 79 voltas do fim. Na mesma classe, a equipe de Jaime Melo, que teve também Frédéric Makowiecki e Stéphane Ortelli, completou a prova em 16°, a 172 voltas do líder.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.