Tamanho do texto

Calendário passará pelo Conselho Mundial de Automobilismo da FIA para ser oficializado. Ano de 2019 terá milésima corrida da história da competição

Sebastian Vettel venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1, na semana passada
FÓRMULA 1/DIVULGAÇÃO
Sebastian Vettel venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1, na semana passada

A Fórmula 1 divulgou nessa sexta-feira (31) o calendário provisório do circuito para 2019. A temporada marcará o milésimo Grande Prêmio da história da competição. Com 21 corridas programadas, o calendário precisa de aprovação do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA para ser oficializado.

Leia também: Vettel bate Ferrari em apresentação e "culpa" Kimi Raikkonen

A primeira corrida está agendada para o dia 17 de março, na Austrália, e a última em Abu-Dhabi dia 1º de dezembro. A quantidade de corridas para o ano de 2019 igualará as temporadas de 2016 e 2018. Distribuindo por continentes, a Fórmula 1 passará por 11 provas na Europa, cinco na Ásia, quatro nas Américas e uma na Oceania.

A prova que marcará o número 1.000 da categoria será na China, em 14 de abril. Outra novidade do calendário provisório é a presença do GP da Alemanha, que geralmente só aparecia em anos pares. Assim como neste ano, o GP do Brasil será disputado no Autódromo de Interlagos em São Paulo e será o penúltimo da competição.

Leia também: Brasileira precisa vender seu equipamento do UFC para pagar contas

C onfira abaixo todas as datas do calendário 2019 da Fórmula 1:

17 de março – Austrália, Melbourne
31 de março – Bahrein, Sakhir
14 de abril – China, Xangai
28 de abril – Azerbaijão, Baku
12 de maio – Espanha, Barcelona
26 de maio – Mônaco, Mônaco
9 de junho – Canadá, Montreal
23 de junho – França, Le Castellet
30 de junho – Áustria, Spielberg
14 de julho – Grã-Bretanha, Silverstone
28 de julho – Alemanha, Hockenheim
4 de agosto – Hungria, Budapest
1 de setembro – Bélgica, Spa- Francorchamps
8 de setembro – Itália, Monza
22 de setembro – Cingapura, Marina Bay
29 de setembro – Rússia, Sochi
13 de outubro – Japão, Suzuka
27 de outubro – México, Cidade do México
3 de novembro – EUA, Austin
17 de novembro – Brasil, São Paulo
1 de dezembro – Abu Dhabi, Yas Marina

Treino para o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1

Marcus Ericsson, da Sauber, sofreu acidente feio durante treino para o GP da Itália de Fórmula 1
Reprodução
Marcus Ericsson, da Sauber, sofreu acidente feio durante treino para o GP da Itália de Fórmula 1

Hoje aconteceu em Monza, na Itália, dois treinos livres para o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 . Os pilotos Sérgio Pérez (Force India) e Sebastian Vettel (Ferrari) foram os mais rápidos do dia. O mexicano cravou o tempo de 1m34s na primeira sessão, já o alemão Vettel marcou o tempo de 1m21s105 na segunda sessão.

Leia também: Sebastian Vettel vence na Bélgica e reduz vantagem de Hamilton

O dia foi marcado pelo grave acidente dos sueco Marcus Ericsson, da Sauber, que se chocou contra o muro de proteção e capotou diversas vezes. Apesar da pancada forte, o piloto deixou o carro sozinho e, segundo boletins do centro médico passa bem. O Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 acontece no domingo as 10h.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.