Ayrton Senna é reconhecido como ídolo internacional e morreu após sofrer um acidente durante o GP de Monza, na Itália, em 1º de maio de 1994

O tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, morto aos 34 anos, em 1994, virou tema para uma peça de teatro, com estreia nesta sexta-feira, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Com músicas e roteiro de Cláudio Lins e Cristiano Gualda, "Ayrton Senna, o Musical" tem direção de Renato Rocha.

Leia também: Sem brasileiros após 49 anos: veja as novidades da temporada de 2018 da F1

'Ayton Senna, o Musical' estreia hoje em teatro de São Paulo
Divulgação/Ansa
'Ayton Senna, o Musical' estreia hoje em teatro de São Paulo

O ator Hugo Bonemer, de 30 anos, que já fez "Hair", "Yank!", "Rock in Rio, o Musical", e a novela "A Lei do Amor", interpretará o piloto nos palcos de " Ayrton Senna, o Musical ", depois de uma temporada no Rio de Janeiro.

Leia também: Escuderia da F1 anuncia colombiana Tatiana Calderón como pilota de testes

História

🇧🇷 Rio de Janeiro, 1988 #Rio453 #SennaSempre #AyrtonSenna #RioDeJaneiro #Rio453anos #SennaForever #F1

Uma publicação compartilhada por Ayrton Senna (@oficialayrtonsenna) em



Leia também: O estudo que mantém a esperança de uma vida mais longa a Michael Schumacher

O eterno piloto brasileiro é reconhecido como ídolo internacional e morreu após sofrer um acidente durante o Grande Prêmio de Monza, na Itália, em 1º de maio de 1994. Ele ficou marcado como o maior piloto de corrida de todos os tempos e até hoje é reverenciado por atletas da categoria, como o atual campeão Lewis Hamilton, que já teve a sua história contada em livros e também no cinema. Por este motivo, terá também o "Ayrton Senna, o Musical".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.