Brasileiro foi atropelado por Kobayashi, que não conseguiu frear e tirou Massa da pista na primeira curva do GP da Austrália

Nico Rosberg comemora no pódio do GP da Austrália de Fórmula 1
Mark Thompson/Getty Images
Nico Rosberg comemora no pódio do GP da Austrália de Fórmula 1

A temporada 2014 da Fórmula 1 começou bem para Nico Rosberg e mal para Felipe Massa. Na primeira corrida do ano, na madrugada deste domingo, na Austrália, o alemão sobrou na pista e venceu. Já o brasileiro foi vítima de uma batida e abandonou a prova ainda no começo. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Rosberg largou na terceira colocação e logo na largada assumiu a ponta, ultrapassando o companheiro de Mercedes Lewis Hamilton, que era o pole position, e Daniel Ricciardo, e ali ficou até cruzar a linha de chegada. E ele venceu com folga, com quase 25 segundos para o segundo colocado, que acabou sendo Ricciardo, que estreava na Red Bull. 

A vitória do alemão condiz com os testes da pré-temporada, quando a Mercedes foi uma das melhores equipes com os novos motores e regras da F1. E para Rosberg, o triunfo deste domingo teve ainda uma lembrança. Foi seu pai, Keke Rosberg, quem venceu a primeira edição do GP da Austrália, em 1985. 


O pódio deste domingo teve ainda mais uma surpresa. O dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, em seu primeiro Grande Prêmio, ficou em terceiro lugar. Ele fez o mesmo que Lewis Hamilton, revelado na McLaren e outro a terminar em terceiro na sua corrida de estreia. 

Abandonos e quebras

Já para Felipe Massa, a corrida em Melbourne não foi das melhores. Depois de largar bem e buscar posições, ele foi atropelado pelo japonês Kamui Kobayashi. O piloto da Caterham não conseguiu frear a tempo, foi parar na caixa de brita e levou junto o brasileiro após uma batida. Massa, na sua primeira corrida na Williams, ficou visivelmente irritado com a irresponsabilidade do nipônico.

Felipe Massa deixa o carro depois de ser atropelado por Kobayashi e ter que abandonar a prova
Mark Thompson/Getty Images
Felipe Massa deixa o carro depois de ser atropelado por Kobayashi e ter que abandonar a prova


A prova deste domingo foi marcada por problemas e confiabilidade dos carros por conta da grande mudança no regulamento técnico da Fórmula 1. Dos 22 carros que largaram, oito ficaram pelo caminho. Lewis Hamilton, que havia saído na primeira colocação, além de ter sido ultrapassado por Rosberg logo de cara, parecia ter algo estranho no carro desde o início e deixou a prova na quarta volta, com problemas no motor. O atual tetracampeão Sebastian Vettel também parou um pouco depois. 

Resultado positivo

Além do pódio com novatos, o GP da Austrália teve bom desempenho de Valtteri Bottas, companheiro de Felipe Massa na Williams. Ele foi parar na última colocação depois de ter o pneu furado, fez uma corrida de recuperação e acabou em sexto lugar. Mais um resultado que comprova a evolução da escuderia, vista na pré-temporada. 

A Ferrari também conseguiu terminar a prova com os dois pilotos na zona de pontuação. Fernando Alonso foi o quinto colocado, enquanto Kimi Raikkonen, que assumiu a vaga de Massa na equipe, cruzou a linha de chegada na oitava posição.

A Fórmula 1 continua daqui duas semanas, com o GP da Malásia, no dia 30 de março. 

Confira o resultado do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1:

1: Nico Rosberg (ALE/Mercedes/#6)
2: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull/#3)
3: Kevin Magnussen (DIN/McLaren/#20)
4: Jenson Button (ING/McLaren/#22)
5: Fernando Alonso (ESP/Ferrari/#14)
6: Valtteri Bottas (FIN/Williams/#77)
7: Nico Hulkenberg (ALE/Force India/#27)
8: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari/#7)
9: Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso/#25)
10: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso/#26)
11: Sergio Pérez (MEX/Force India/#11)
12: Adrian Sutil (ALE/Sauber/#99)
13: Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber/#21)
14: Max Chilton (ING/Marussia/#4)
15: Jules Bianchi (FRA/Marussia/#17)

Não completaram:
Romain Grosjean (FRA/Lotus/#8)
Pastor Maldonado (VEN/Lotus/#13)
Marcus Ericsson (SUE/Caterham/#9)
Sebastian Vettel (ALE/Red Bull/#1)
Lewis Hamilton (ING/Mercedes/#44)
Felipe Massa (BRA/Williams/#19)
Kamui Kobayashi (JAP/Caterham/#10)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.