Escuderia inglesa terá o apoio financeiro da marca de bebidas italiana Martini, que já patrocinou a antiga equipe Brabham

Como já era especulado nas últimas semanas, a Williams anunciou, na manhã desta quinta-feira, a fabricante de bebidas Martini como patrocinadora oficial da equipe para a temporada de 2014. Além do anúncio, a escuderia divulgou o novo carro já com as cores da empresa. 


Com o acerto, a marca de bebidas italiana volta à Fórmula 1 após estampar seu logo na categoria pela última vez em 1975, nos carros da Brabham. "Williams e Martini compartilham uma rica história no mundo do automobilismo, e os valores de nossas duas marcas e nossa paixão pela corrida tornam esta parceria um ajuste natural”, disse Frank Williams, fundador da escuderia, já mostrando otimismo para a temporada de 2014.

“2014 vai ser uma temporada fascinante, com mudanças no regulamento, que, muitas vezes, sacudirão o grid e criarão oportunidades para as equipes darem um bom passo à frente”, completou o dono da equipe inglesa.

E mais: Apesar de bom desempenho nos testes, Mercedes teme reviravolta na F1

Quem também comorou o acerto foi Andy Gibson, presidente da Martini, que ressaltou os benefícios para as duas empresas. “A Williams Martini Racing fornece uma plataforma poderosa de marketing integrado e oferece oportunidades dinâmicas que irão fortalecer a marca Martini”, disse o dirigente.

Em fevereiro, Graça Foster e Claire Williams, presidente e chefe de equipe da Williams, respectivamente, vieram ao Brasil e assinaram o contrato de parceria tecnológica com a Petrobras. Embora a estatal brasileira já passará a ter sua marca estampada no novo carro nesta temporada, o fornecimento de combustível começará em 2015.

Bem diferente dos carros azuis utilizados nas semanas de testes de pré-temporada, na Espanha e no Bahrein, os novos modelos da montadora terão o branco como cor principal. Os dois pilotos da escuderia, o brasileiro Felipe Massa e o finlandês Valtteri Bottas, participaram do lançamento na sede da escuderia, em Grove

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.