Em comunicado, familiares afirmaram que o ex-piloto não contraiu pneumonia no hospital

A família de Michael Schumacher divulgou um comunicado nesta quinta-feira sobre a situação do ex-piloto, internado desde 29 de dezembro após sofrer um acidente de esqui. Segundo o documento, o quadro de saúde segue sem alterações e o heptacampeão da Fórmula 1 passar por um processo para sair do coma.

O comunicado saiu um dias depois de o jornal alemão Bild informar que Schumacher contraiu pneumonia no Hospital Universitário de Grenoble, onde está internado. A informação já tinha sido desmentida por Sabine Kehm , assessora do ex-piloto, no dia da publicação da notícia.

Ex-médico da F1 diz que Schumacher pode estar em estado vegetativo

"A família agradece a quem entende que ela não quer divulgar detalhes médicos para proteger a privacidade de Michael. Como garantido desde o começo, continuaremos a comunicar qualquer informação decisiva no estado de saúde dele. O processo para acordá-lo pode levar um tempo longo", diz a nota.

Schumacher sofreu um acidente em 29 de dezembro, quando esquiava na Estação de Méribel, na França. Ele bateu a cabeça contra uma rocha e foi atendido consciente no local e, depois levado de helicóptero ao Hospital de Grenoble, onde está desde então em coma induzido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.