Atual presidente da FOM, responsável pela Fórmula 1, indicou substituto já prevendo saída

Reuters

Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, foi indicado por Ecclestone para o seu lugar na FOM
Getty Images
Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, foi indicado por Ecclestone para o seu lugar na FOM

O presidente da Ferrari, Luca Di Montezemolo, considerou uma piada a sugestão feita pelo presidente da FOM, órgão que comanda a Fórmula 1, Bernie Ecclestone, de que o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, seria o substituto ideal para comandar a categoria.

Deixe seu comentário para esta notícia

Ecclestone, de 83 anos e que enfrenta ações judiciais incluindo um pedido de indenização de 100 milhões de dólares por um negócio fechado em 2005, disse a jornais britânicos no GP do Brasil do fim de semana que gostaria de passar o cargo para Horner, de 40 anos.

"Christian seria ideal", disse o britânico, segundo os jornais. Horner, que comandou a Red Bull e o piloto alemão Sebastian Vettel na conquista de quatro títulos seguidos de construtores e pilotos na F1, depois minimizou essa possibilidade.

Montezemolo expôs sua opinião em entrevista à emissora italiana RAI. "Ecclestone vê Horner como sucesso? Conforme passam os anos, ele cada vez mais me diverte fazendo piadas, e fico feliz que ele continue tendo vontade de fazer", disse o italiano em entrevista transmitida na terça-feira à noite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.