Chefe da Lotus confirma permanência de Grosjean na equipe em 2014: 'Já assinou'

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Anúncio oficial ainda depende do aval do grupo Genii, responsável por controlar a equipe, porém Eric Boullier adiantou o acerto ao site da revista Autosport

Getty Images
Romain Grosjean, vai permanecer na Lotus em 2014

O chefe da Lotus, Eric Boullier, confirmou nesta terça-feira a permanência do francês Romain Grosjean na equipe na temporada 2014. O anúncio oficial, no entanto, será realizado apenas quando receber aval do grupo Genii, responsável por controlar o time.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Está tudo arranjado, Grosjean já assinou conosco para a próxima temporada. Nós só precisamos ter uma confirmação vinda do grupo Genii o mais breve possível", disse o dirigente ao site da revista Autosport.

Grosjean sabe que a situação permanecerá indefinida até a Lotus resolver as questões financeiras envolvendo seu futuro. A equipe ainda acerta os detalhes finais para fechar acordo com o grupo de investimentos árabe Quantum.

"O futuro está em aberto. Eles estão tentando resolver um problema financeiro, por isso estão com o pé atrás. Eu estou muito feliz aqui, mas nunca se sabe o que o futuro pode trazer", diz o piloto, que na última temporada correu o risco de deixar o time. "Acho que esperei até 16 de dezembro do ano passado, então desejo que desta vez tudo se resolva mais cedo. Tenho planos para as minhas férias e seria bom poder aproveitá-las com o futuro resolvido. Mas não estou com pressa", ressalta.

Além de não poder anunciar Grosjean de forma oficial, a falta de um acordo com o grupo Quantum também não permite a Lotus de fechar com o substituto de Kimi Raikkonen. Nico Hulkenberg já esteve próximo de acertar com a equipe, mas a indefinição do futuro financeiro da equipe esfriou as negociações.

"A cada dia nós estamos progredindo, mas ainda estamos esperando. Há alguns problemas com o timing, isso está levando muito tempo. Essa é a minha reflexão. Está se arrastando muito, e nós precisamos tomar uma decisão agora", reclama Boullier.

Leia tudo sobre: Fórmula 1F-1Romain GrosjeanEric BoullierLotus

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas