Alonso parabeniza Vettel e Red Bull por tetracampeonato na F1

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Espanhol era único que ainda poderia evitar título antecipado do alemão, mas terminou GP da Índia apenas na 11ª colocação

Fernando Alonso era o único que poderia evitar o tetracampeonato antecipado de Sebastian Vettel no Mundial de Fórmula 1. Mas o espanhol terminou o Grande Prêmio da Índia apenas na 11ª colocação. Pior, ainda viu o alemão da Red Bull vencer a prova, conquistando assim o título. Para o piloto da Ferrari, algo merecido.

LEIA:  "Talvez em 10 anos eu entenda o que fiz", diz Vettel após virar tetra aos 26

Sebastian Vettel reverencia seu Red Bull ao comemorar tetracampeonato mundial de F1. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel comemora tetracampeonato mundial de F1. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel comemora tetracampeonato mundial de F1. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel comemora tetracampeonato mundial de F1. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel comemora tetracampeonato mundial de F1. Foto: APSebastian Vettel "reverencia" sua Red Bull após se tornar tetracampeão de F1. Foto: APSebastian Vettel recebe banho de champagne de Nico Rosberg após se tornar tetracampeão. Foto: APSebastian Vettel comemora tetracampeonato mundial de F1. Foto: APSebastian Vettel comemora vitória no GP da Índia, que lhe rendeu o tetracampeonato e F1. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel invade a reta de largada do circuito de Buddh para comemorar tetracampeonato mundial de F1. Foto: APMark Webber abandonou com problema no alternador de seu Red Bull. Foto: APSebatian Vettel venceu sua décima prova nesta temporada, sendo a sexta consecutiva. Foto: Getty ImagesSebastian Vettel manteve a ponta e Massa pulou para segundo na largada do GP da Índia. Foto: Getty ImagesVettel larga na pole no GP da Índia. Alemão Nico Rosberg será o segundo e o inglês Lewis Hamilton, o terceiro. Foto: Mark Beker/APVettel fez a sétima pole da temporada, a 43ª da carreira na F1. Foto: Paul Gilham/Getty ImagesNico Rosberg, que larga em segundo na Índia, arranjou tempo para ater uma bolinha neste sábado de treinos no circuito de Buddth. Foto: Clive Mason/Getty ImagesGrosjean foi a surpresa negativa no treino classificatório e, depois de sempre andar entre os líderes, acabou eliminado ainda na primeira parte do treino. Foto: Mark Beker/APMassa passou perto do limite para a árte final do treino classificatório, mas acabou em quinto lugar no grid, à frente de Fernando Alonso. Foto: Paul Gilham/Getty ImagesNeblina atrapalhou o terceiro treino livre para a corrida na Índia na madrugada deste sábado. Ainda assim, Vettel foi o mais rápido da atividade. Foto: Aijaz Rahi/APVettel foi o mais rápido nos dois treinos desta sexta-feira para o GP da Índia. Foto: Mark Thompson/Getty ImagesSebastian Vettel pode levar o tetra na corrida na Índia. Para isso, precisa terminar ao menos na quinta colocação. Foto: Mark Thompson/Getty ImagesMark Webber foi o segundo e fez dobradinha da Red Bull com Vettel nas duas atividades da sexta-feira. Foto: Mark Thompson/Getty ImagesFelipe Massa nos boxes da Ferrari durante treino livre para corrida indiana da Fórmula 1. Foto: Paul Gilham/Getty ImagesMassa foi o oitavo no primeiro treino do dia e subiu uma posição na segunda sessão. Foto: Saurabh Das/APAlonso teve problemas com o câmbio da Ferrari no primeiro treino livre na Índia. Foto: Clive Mason/Getty ImagesPastor Maldonado teve problema com sua Williams durante os treinos desta sexta-feita na Índia. Foto: MARK BAKER/AP

"Parabenizo Sebastian Vettel e a Red Bull. Eles foram muito fortes e dominantes, especialmente na segunda metade da temporada e merecem ser campeões. Precisamos começar a pensar sobre o próximo ano para tornar as coisas mais difíceis para eles", afirmou o espanhol.

A corrida de Alonso no circuito de Buddh foi toda ruim. Largando da oitava colocação, ele sofreu um toque ainda na primeira curva e precisou parar nos boxes para trocar a asa dianteira, o que o fez cair para as últimas posições. Sem bom rendimento do carro, teve dificuldades para realizar ultrapassagens e acabou fora da zona de pontuação.

"Não foi uma largada limpa. Tivemos uma prova difícil, sem o ritmo necessário, o carro estava danificado com o volante muito pesado para as curvas à direita e muito leve para as à esquerda. De forma geral, não foi um bom fim de semana. Em Abu Dhabi precisamos melhorar se quisermos passar a Mercedes no Mundial de Construtores", disse Alonso.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas