Decisão judicial pode cancelar Grande Prêmio da Índia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Suprema Corte do país irá analisar nesta sexta-feira ação que cobra dos organizadores pagamentos para realização de grandes eventos

Getty Images/Mark Thompson
O piloto inglês Lewis Hamilton distribuí autógrafos para os fãs no circuito de Buddh, na Índia

O Grande Prêmio da Índia, penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1 e que está marcado para este domingo, corre o risco de não acontecer. A prova pode ser cancelada em razão de uma ação que corre na justiça do país, alegando falta de pagamento de taxas para a realização de grandes eventos na região de Noida, cidade onde está localizado o circuito de Buddh.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O GP da Índia passou a ficar ameaçado após uma ação impetrada pelo ativista Amit Kumar, que alega a falta de pagamentos estipulados pela realização de eventos de grande porte em Noida. A petição será analisada até esta sexta-feira pela Suprema Corte do país.

Veja também: Felipe Massa vai substituir Maldonado na Williams em 2014, diz site

Kumar pede para que a prova não tenha isenção de taxas, já que se trata de um evento de entretenimento. Em contrapartida, a Corte indiana já ordenou que a Jaypee Sports International Limited, empresa responsável pela organização da corrida, reserve 25% da receita para cobrir dívidas com o governo local.

Askari Zaidi, porta-voz da empresa, já afirmou que será esperada a decisão judicial para que as providências necessárias sejam tomadas. "Nós vamos aguardar a decisão do tribunal. O que quer que eles decidam, nós cumpriremos", afirmou Zaidi.

Por causa do baixo público em relação às outras provas do calendário e das dificuldades financeiras, o GP da Índia não está no calendário provisório da Fórmula 1 de 2014. Embora os dirigentes tentem acertar o retorno da competição para 2015, a volta ainda está longe de ser dada como certa.

Leia tudo sobre: fórmula 1F1GP da Índia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas