FIA e Haddad anunciam que GP Brasil fica em Interlagos até 2020

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Renovação de contrato foi selada depois que prefeitura de São Paulo se comprometeu a reformar o autódromo, atendendo aos padrões adotados pela entidade internacional

Getty Images
Grande Prêmio do Brasil permanece em Interlagos até, pelo menos, 2020

O Grande Prêmio do Brasil será realizado no autódromo de Interlagos, pelo menos, até 2020. Foi o que anunciaram na noite da última quarta-feira o prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) Bernie Ecclestone. O antigo contrato valia até 2014.

Acha que a F1 tem que permanecer em São Paulo? Deixe seu comentário

A renovação foi selada depois que a prefeitura paulistana se comprometeu a reformar o autódromo, atendendo aos padrões adotados pela entidade. Será realizada uma obra no traçado, que terá sua reta de largada transferida para a atual reta oposta e novos boxes.

“Serão novos boxes para as equipes que há muito tempo reivindicam melhor infraestrutura. O público também vai ganhar com o autódromo mais moderno, que recoloca Interlagos nas melhores condições de abrigar a Fórmula 1 em São Paulo”, falou Haddad.

LEIA: Quase tetra, Vettel estaria ainda mais tranquilo com sistemas de pontos antigos

“Estou muito animado com o fato de o prefeito ter concordado com os investimentos que pedimos muitos anos atrás. Se isso não acontecesse, com certeza teríamos que considerar não ter a corrida aqui”, afirmou Ecclestone à TV Globo.

MAIS: Apesar da supremacia na F1, Vettel evita comparações com Schumacher

O valor das obras gira em torno de R$ 160 milhões, mas Haddad disse que a prefeitura de São Paulo irá utilizar somente recursos liberados pelo Ministério do Turismo através do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).

O autódromo de Interlagos foi inaugurado em 1940 e sediou o GP Brasil de 1972 a 1977, 1979, 1980 e desde 1990. O Emerson Fittipaldi, José Carlos Pace, que leva o nome do local, Ayrton Senna e Felipe Massa foram os pilotos do País a vencer corridas lá.

Leia tudo sobre: gp brasilfernando haddadbernie ecclestonefórmula 1

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas