Piloto alemão brincou a respeito de uma suposta irregularidade dos carros da Red Bull, que foi descartada pela FIA

O alemão Sebastian Vettel não conseguiu superar o inglês Lewis Hamilton nas duas sessões de treinos livres para o Grande Prêmio da Coreia do Sul, que aconteceram nesta sexta-feira. A pouca diferença em relação a Hamilton no segundo treino (apenas 0s108) alimenta a confiança de Vettel, que ironizou a suposta irregularidade levantada em relação ao carro da Red Bull.

Veja fotos do primeiro dia de treinos na Coreia do Sul


Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Com certeza há espaço para melhorarmos. É só ligar o controle de tração...", disse Vettel, ironizando a polêmica que circulou pelo paddock da Fórmula 1 ao longo desta semana.

A acusação à Red Bull de Vettel com mais repercussão foi a de Giancarlo Minardi, fundador da extinta equipe que levava o seu sobrenome. Para ele, o fato do alemão retomar a aceleração 50 metros mais cedo que os rivais e os sons do motor de seu carro no GP de Cingapura indicavam a existência de um controle de tração escondido.

Veja ainda: Hamilton lidera segundo treino livre e Massa fica em 5º na Coreia do Sul

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), no entanto, descartou qualquer recurso ilegal no bólido do time austríaco. "Será bem disputado com a Mercedes neste fim de semana. Foi bem próximo hoje (sexta-feira). Não sabemos o que os outros estão fazendo com o combustível, mas com 10 kg a mais ou a menos, tudo ainda está bem próximo. Na classificação, será apertado, pois a Mercedes sempre anda bem", declarou o alemão.

Vettel volta à pista do circuito de Yeongam nesta sexta-feira, às 23 horas (de Brasília), para mais uma sessão de treinos livres. O treino classificatório será às 2 horas deste sábado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.