Tendência é que Fitow desvie e atinja o sudeste da China. Apesar disso, corrida ainda pode acontecer sob forte chuva

GP da Coreia de 2010 foi marcado por forte chuva, que fez com que largada fosse dada com o safety car
Getty Images
GP da Coreia de 2010 foi marcado por forte chuva, que fez com que largada fosse dada com o safety car

A previsão do tempo atualizada animou o ambiente em Yeongam, sede do GP da Coreia do Sul da Fórmula 1. Segundo as informações desta quinta-feira, o tufão Fitow, que poderia atrapalhar a prova deste domingo, não deve mais atingir a região. Os organizadores do evento seguem monitorando a situação climática.

A tendência é que Fitow desvie da Coreia do Sul e atinja o sudeste da China. Apesar disso, a corrida ainda pode acontecer sob forte chuva, panorama que preocupa Sam Michael, diretor-esportivo da McLaren.

"Esses fenômenos climáticos são perturbadores, bem como a chuva que vem com eles. A chuva torrencial que acompanha um tufão ou furacão é o bastante para fazer um GP ser paralisado ou, pelo menos, disputado atrás do safety car", disse o Michael à emissora de TV Sky Sports .

Em 2010, ano da primeira edição do GP da Coreia do Sul, um temporal fez a largada ser adiada em mais de uma hora. Quando finalmente teve início, a prova teve suas 17 primeiras voltas completadas com o safety car na pista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.