Campeonato seria o maior da história, mas há, no entanto, três provas ainda não confirmadas; abertura será na Austrália e encerramento, no Brasil

Rubens Barrichello ao lado de Michael Schumacher no pódio do GP da Áustria de 2002
Getty Images
Rubens Barrichello ao lado de Michael Schumacher no pódio do GP da Áustria de 2002

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) divulgou nesta sexta-feira o calendário provisório do Mundial de Fórmula 1 para a temporada de Fórmula 1. De forma inédita, o campeonato está previsto para ter 22 corridas.

LEIA: Rubens Barrichello tenta acerto com a Sauber para 2014, diz revista alemã

Conforme a programação apresentada, a próxima temporada terá início em 16 de março, na Austrália. O encerramento será novamente no Brasil, em 30 de novembro. Há, no entanto, três provas não confirmadas. Os GPs da Coreia do Sul, América e México ainda estão pendentes.

Programado para ocorrer já neste ano e cancelado por problemas estruturais, o GP das Américas, em Nova Jersey, novamente aparece no calendário, mas precisará passar por nova avaliação. Já o circuito sul-coreano deve deixar de fazer parte da temporada.

Outra novidade para 2014 seria a corrida em território mexicano, também ainda programada em caráter provisório. O país recebeu etapas da Fórmula 1 em 16 oportunidades, entre 1962-1970 e 1986-1996. Em 28 de maio de 1989, o brasileiro Ayrton Senna venceu a disputa no circuito Hermanos Rodriguez.

País de origem da equipe Red Bull, a Áustria está de volta ao calendário por causa de forte influência da equipe chefiada por Christian Horner. A primeira prova em território austríaco foi disputada em 1964, no circuito de Zeltweg Airfield. Depois de seis anos, a etapa voltou a ser realizada ininterruptamente no Osterreichring até 1987.

Após dez anos de fora, o país retornou à F1 na mesma pista, rebatizada de A1 Ring, sediando provas até 2003. Foi lá que aconteceu a marmelada histórica da Ferrari, em que Rubens Barrichello teve de deixar Michael Schumacher ultrapassá-lo em 2002.

O Brasil não tem nenhum piloto garantido no grid de largada para próxima temporada. Atualmente, Felipe Massa compete pela Ferrari, mas já anunciou que deixará a equipe. A Sauber é uma das opções do piloto, que tem Lotus e McLaren como prioridades. Luiz Razia, Felipe Nasr e até o experiente Rubens Barrichello, de 41 anos, são outros possíveis competidores nacionais.

Confira o calendário provisório da temporada de 2014 da Fórmula 1:

16 de março – Austrália (Melbourne)
30 de março – Malásia (Sepang)
6 de abril – Bahrein (Sakhir)
20 de abril – China (Xangai)
27 de abril – Coreia do Sul (Yeongam) – provisório
11 de maio – Espanha (Barcelona)
25 de maio – Mônaco (Monte Carlo)
1° de junho – América (Nova Jersey) – provisório
8 de junho – Canadá (Montreal)
22 de junho – Áustria (Spielberg)
6 de julho – Inglaterra (Silverstone)
20 de julho – Alemanha (Hockenheim)
27 de julho – Hungria (Budapeste)
24 de agosto – Bélgica (Spa-Francorchamps)
7 de setembro – Itália (Monza)
21 de setembro – Cingapura (Marina Bay)
5 de outubro – Rússia (Sochi)
12 de outubro – Japão (Suzuka)
26 de outubro – Abu Dhabi (Yas Marina)
9 de novembro – Estados Unidos (Austin)
16 de novembro – México (Hermanos Rodriguez) – provisório
30 de novembro – Brasil (Interlagos)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.